Entrevistas Filmes 

Geraldine Viswanathan comenta suas cenas favoritas e o que levou do set de A Galeria Dos Corações Partidos.

A Galeria dos Corações Partidos teve uma curta passagem nos cinemas americanos lá em Setembro, e agora, chega ao Brasil em formato digital para aluguel e compra digital.

Eu Miguel Morales, do Arroba Nerd, conversei com Geraldine Viswanathan, a atriz e protagonista do longa em um bate-papo via zoom. Ao ser perguntada o que faria do longa um filme tão bom, afinal, ele entrou na lista de Melhores do Ano até agora no site, e foi lançado em um ano difícil, marcado pela pandemia do coronavírus, quarentena, e um ano político movimentado tanto nos EUA quando em outras partes do mundo. Viswanathan diz achar que “o filme é um ótimo escapismo para conseguirmos superar 2020” e que é um filme “divertido fala sobre amizade e relacionamentos.

The Broken Hearts Gallery crítica
A Galeria dos Corações Partidos crítica
The Broke Hearts Gallery review
A Galeria dos Corações Partidos
Foto: Sony Pictures

A atriz australiana que trabalhou em outras comédias como Não Vai Dar (2018), O Pacote (2018) e o Má Educação (2019) e aqui encara sua primeira mocinha de comédias românticas em A Galeria dos Corações Partidos, onde conhecemos uma moça que é uma colecionadora nata (não uma acumuladora!) e que depois sofre com o término com um namorado. Sem saber o que fazer com todas as bugigangas que acumulou ao longo dos anos, Lucy resolve abrir uma galeria em um hotel em construção chamada “A Galeria dos Corações Partidos” onde todos em Nova York podem descartar objetos de seus antigos relacionamentos e quem sabe Lucy também não encontra um novo amor.

E Viswanathan descreve sua Lucy como “garota muito para cima e que tenta ver o lado positivo das coisas”. Ela diz que foi um trabalho de composição de personagem bem bacana em que ela pode sentar com a diretora e roteirista Natalie Krinsky para compôr a personagem juntas afinal ela, Geraldine, é um pouco diferente de Lucy. “Eu sou um pouco mais introvertida. Ela é muito engraçada e também um pouco estranha”.

CENAS FAVORITAS E OUTRAS COISINHAS

As atrizes Phillipa Soo, Geraldine Viswanathan e Molly Gordon em cena de A Galeria dos Corações Partidos
Foto: Sony Pictures

Durante o nosso bate-papo, eu e Viswanathan pudemos comentar sobre nossas cenas favoritas do longa. Escolhemos 2 cenas cada um. A atriz comentou que suas cenas preferidas é uma na metade do filme, em que ela “diz amar” a cena onde Lucy e Nick (Dacre Montgomery), o dono do hotel em construção em que a galeria foi criada, encontram com o Max (Utkarsh Ambudkar), o ex-namorado da personagem e antigo chefe, em um café no meio da rua com a nova namorada, e Lucy fica muito nervosa e age de uma completamente desengonçada. Ela diz “Aquilo foi totalmente uma coisa que super aconteceria comigo”.

E a atriz também disse que ama todas as cenas que envolvem as personagens das colegas de quarta de Lucy, Nadine (Phillipa Soo) e Amanda (Molly Gordon), mas principalmente uma das cenas onde a personagem de Soo, uma moça que só que namora modelos russas e termina com elas muito rápido, ensina Lucy, e dá dicas, de como terminar um relacionamento e sair por cima sempre.

E ela diz que suas melhores recordações dos sets de filmagens foram com as atrizes. Ela diz “nós tínhamos pequenas pausas entre as gravações e sempre fazíamos uma festinhas de dança rápidas para animar”. E há algumas semanas, o elenco, junto com a diretora do longa, fizeram uma sessão comentada do longa na rede social Twitter, que é conhecida como Watch Party, e a atriz diz que estar on-line comentando o filme, com o elenco, e com os fãs a lembrou desses momentos divertidos durante as gravações.

Ao ser perguntada se ela tinha levado algum objeto, ou alguma lembrança do set de gravações, Viswanathan disse que “sim eu tenho algumas coisas em uma caixa de sapatos que eu guardo aqui comigo”. A atriz diz ter guardado o roteiro do longa e algumas roupas e figurinos, “eu levei aquele roupão que Lucy usa no começo do filme para casa”.

A Galeria Dos Corações Partidos | Crítica: Sem dúvidas, a melhor comédia romântica de 2020

FUTUROS PROJETOS

Imagem

Comento com a atriz o desejo on-line e dos fãs que ela fosse a personagem dos quadrinhos da Marvel chamada Khmala Khan, de Ms. Marvel, e Viswanathan diz que adora a personagem, e espera que a atriz que foi escalada, Iman Vellani, faça um bom trabalho. Ao ser perguntada sobre o desejo de fazer parte do Universo de filmes de Super-Herói, a atriz comenta “Claro, eu adoraria interpretar uma heroína”. E passamos um bom tempo discutindo possibilidades e personagens e fechamos que ela seria ideal para interpretar a personagem dos quadrinhos do Homem-Aranha chamada de Gwen-Aranha.

Ao ser perguntada sobre seus futuros projetos, Viswanathan diz que ela vai se manter ocupada nos próximos meses. A atriz dará voz para a protagonista da animação Rumble, que no Brasil chega em 2021 com o título nacional de A Liga dos Monstros. Ela diz que foi bem bacana ter trabalhado na animação e afirma “eu já tinha feitos outros trabalhos de dublagem [a atriz trabalhou na série BoJack Horseman] e é coisa muito bacana dar a voz e brincar com a entonações.

Vou fazer a temporada 3 de Miracle Workers e alguns outros projetos que não foram anunciados ainda”, termina a atriz e eu finalizo nossa entrevista de forma bem humorada e arranco uma risada dela com a possibilidade e a torcida de ver a atriz em um filme do Homem-Aranha.

A Galeria Dos Corações Partidos chega em 25 de novembro para aluguel e compra digital.

Postagens relacionadas