Reviews Séries & TV 

Homeland | 8×11 – The English Teacher

A um passo de seu último episódio “The English Teacher” faz um retcon para colocar a informante do Kremlin na jogada de Homeland e como Saul e Carrie ficarão após todo o jogo que tem para desenrolar em seu último momento.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Carrie já não sabe para onde correr e acaba presa em Langley para responder questões importantes sobre sua conexão com Yevgeny, e então ela se abre com Jenna sobre tudo o que conversou com o russo e a pedida dele para entregar a caixa-preta. A questão é, quem é o informante de Saul?

Toda a investigação das duas agentes não levam muito longe, mas quando Carrie consegue ir até um homem na proteção de testemunhas, ela começa a traçar ligações com uma professora de inglês.

O retcon do episódio é o retorno até 1986, e depois da queda do muro de Berlim, onde vemos Saul conhecendo Anna após ela mostrar que é confiável e querer se vingar daqueles que fuzilaram seusalunos e os mesmos eram inocentes.

Depois de Saul brigar com John, ele vai até uma reunião onde ele começa a gritar com Makarov sobre ele saber onde está a caixa-preta, e quando ele é levado para fora, Anna escuta a conversa do embaixador com outros companheiros.

A montagem mostra Carrie revirando os livros de Saul e ligando com uma linha do tempo de acontecimentos importantes, mas são os livros que vem de Moscou que chama sua atenção e ela encontra um papelzinho em cada lombada dos livros. Ao mesmo tempo, Saul recebe mais um bilhete de Anna informando que Yevgeny é quem está comandando toda a jogada em cima da caixa-preta.

Mate Saul“, pede Yevgeny.

Carrie não tem o nome do infiltrado quando vai falar com Yevgeny e se irrita com ele ignorar a iminente guerra, já que Ben não houve ninguém, apenas John e lança mísseis para um grupo no Paquistão, que promete retalhar. Yevgeny então sugere que ela mate Saul, já que não tem o nome do infiltrado.

Carrie poderia ser uma nova versão de Brody, reprisando algumas tramas, mas ela é diferente, sua mente é afiada, e mesmo que haja na intuição, Yevgeny brinca com as lembranças dela, então ela não está do lado dos Russos, apenas está sendo manipulada e muito bem.

O último episódio de Homeland promete e muito, e espero que a série conclua sua jornada de forma muito honrosa, como sempre fez durante suas temporadas..

Postagens relacionadas