Destaques Reviews Séries 

Em Defesa de Jacob | Primeiras Impressões

A nova aposta da Apple TV+ chega com nomes conhecidos no elenco para contar uma história intensa, incrivelmente envolvente e super íntima em sua proposta… o que você faria se seu filho adolescente fosse acusado, preso e julgado por um assassinato?

E Em Defesa de Jacob, o ator Chris Evans lidera o elenco da nova minissérie do serviço de streaming da Apple, claramente de olho na temporada de premiações. E aqui, temos Evans como você pouco viu em cena. Como o promotor Andy Barber, Evans entrega um personagem complexo e multifacetado, e que muitas vezes, acaba por ter traços de não ser uma pessoa extremamente boa, com atitudes duvidosas e uma índole não muito certa.

E antes de mais nada, um aviso, para assistir Em Defesa de Jacob esqueça a figura de bom moço do ator marcado por anos como o Capitão America, o garoto escoteiro da Marvel Studios. Aqui, Evans faz um papel completamente diferente e por isso mostra a habilidade do ator em se transformar e deixar de lado Steve Roger. Na produção, a única semelhança entre os dois personagens é a barba volumosa.

Em Defesa de Jacob | Primeiras Impressões | Foto: AppleTV+

Dos 3 episódios vistos pelo ArrobaNerd, já percebemos a intensidade e dramaticidade que Em Defesa de Jacob quer passar. Na produção vemos que todos os personagens são criados e mostrados em tons de cinzas, e realmente suas personalidades não são nada preto no branco. Aqui, todos eles tem camadas que devem ser desenvolvidas e desconstruídas ao longo dos episódios que chegam na próxima sexta-feira 24, e depois toda sexta-feira, na plataforma.

E a paleta de cores que a série possui, puxada para um tom mais azul escuro quase um cinza forte cria esse sentimento angustiante de incerteza, mas ao mesmo tempo, extremamente convidativo para o espectador adentrar para a casa dos Barber, suas vidas, e o turbilhão de emoções que eles estão prestes a viver.

Em Defesa de Jacob, tem um jeitão de série no estilo Big Little Lies (HBO), mas sem focar no empoderamento feminino, e que atua muito mais na trama de assassinato e na investigação criminal. Semelhanças com o longa Precisamos Falar Sobre Kevin (2011) devem soar na cabeça do expectador mais treinado, mesmo que Em Defesa De Jacob não tenha a mesma sutileza que o filme estrelado por Tilda Swinton e Ezra Miller. 

Em Defesa de Jacob, a todo momento, mostra em seus personagens e sua trama um excelente jogo ambíguo e dúbio de será que Jacob (Jaeden Martell) teve algum envolvimento maior na morte do colega de classe?

As respostas parecem vir rapidamente, logo nos primeiros episódios, mas mesmo assim, a trama é construída para deixar o espectador sempre com a pulga atrás da orelha. A atuação de Martell contribui, e muito para isso, onde o ator mirim consegue entregar uma performance incrível e realmente sombria em alguns momentos.

Chris Evans, Michelle Dockery, and Jaeden Martell in Defending Jacob (2020)
Em Defesa de Jacob | Primeiras Impressões | Foto: AppleTV+

Como falamos, os outros personagens interpretados também por nomes conhecidos, conseguem também deixar a produção com um ar mais refinado, mesmo que, às vezes, o texto não parece ajudar em alguns momentos, como é o caso da atriz Michelle Dockery, como Laurie, a mãe de Jacob, a atriz Cherry Jones como a advogada de defesa Joanna, e ainda Pablo Schreiber como o advogado Neal, um colega super competitivo de Andy na Promotoria, que acaba por pegar o caso depois que o mesmo é afastado por conflito de interesses.

Com a promessa de ter uma trama fechada, até mesmo por ser baseada no livro de mesmo nome escrito por William Landay, Em Defesa de Jacob até onde vimos, entrega uma boa história, com personagens intrigantes, e com segredos que devem vir a tona na medida que a investigação criminal deva continuar ao longo da temporada.

Com um foco muito maior na dramaticidade da questão envolvida, nos conflitos que a acusação de assassinato trás para a família Barber, e para as consequências que esse inimaginável evento causa para esses três personagens centrais, Em Defesa de Jacob consegue capturar a atenção do espectador numa história triste e com um ar bastante melancólico em sua proposta, sem deixar de lado um tom mais investigativo, e que nos faz quer saber o que aconteceu efetivamente com esses personagens. 

Em Defesa de Jacob faz uma aposta madura e ousada para a Apple TV+ que caminha para se tornar uma plataforma de streaming que entrega produções com o nível de HBO de qualidade.

Em Defesa de Jacob lança seus três primeiros episódios na sexta-feira, dia 24 de abril.

Postagens relacionadas