star trekReviews Séries & TV 

Star Trek: Discovery | 3×10 – Terra Firma – Part 2

E Star Trek: Discovery faz surpresa com destino de personagem e mostra que sabe trabalhar os detalhes de sua trama de forma a nos apaixonar até mesmo por alguém tão complicado e com moral duvidosa. E com a conclusão e o destino da mesma, temos de forma amarrada o destino para Star Trek: Section 31.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio/série. Continue a ler por sua conta e risco.

Uma semana atrasado com a review, mas venho comentar sobre a conclusão da trama da incrível Imperatriz/Capitã Phillipa Georgiou. Michelle Yeoh deu tanta força e vida a personagem que é impossível não se apegar ao seu jeito durão e explosivo, mas que se derrete por Michael da dimensão central, tão diferente da Michael que teve de matar na dimensão espelho.

O que ela aprendeu lá é que não adianta lutar por sua Michael que suas escolhas sempre serão as mesmas, mas que as próprias decisões podem sim interferir em muito no futuro que ela quiser.

Durante sua viagem com Carl, que tem controle do tempo e novamente cita como foi difícil a Guerra Fria do Tempo, Georgiou salvou os kelpians de sua nave e deu mais coração a todos da tripulação, mesmo com a força necessária e isso mudou muito o seu destino, o que a fez ganhar uma nova chance para voltar no tempo.

Seu corpo por não ser daquela dimensão e nem mesmo daquele tempo estava se corrompendo com a viagem ao futuro, então a saída foi devolvê-la a uma linha do tempo em que ela estivesse saldável, e assim ganhar uma nova chance.

Sua despedida de Michael foi sensacional, mostrando como amor e ódio estão tão ligados e como segundas chances podem mudar tanto as pessoas. A despedida de Saru, Tilly, Culber, Stamets, Detmer e todos os outros foram bem pontuais e necessária.

Agora, fora dessa trama, que encerra magistralmente o ciclo de Georgiou, tivemos a confirmação de que a nave que envia o sinal está intacta e é Book quem tem a última chave para Stamets e Adira resolverem o problema. A questão que fica é como prosseguir com isso, sendo que a Corrente Esmeralda está no pé da Frota por conta do que MIchael e Book fizeram e da retaliação de Saru.

A USS Discovery é a nave mais importante da Federação no momento, e deixar que Osyra e os outros descubram a viagem por esporos seria um enorme problema para eles. A viagem até a nave da primeira capitã que vem de Kelpian será bem complicada, e Saru escondeu algumas coisas do Almirante da Frota Estelar, e ele entendeu isso.

Star Trek: Discovery | 3×09 – Terra Firma – Part 1

Vamos ver como Star Trek: Discovery irá lidar com as consequências dos atos de seus personagens.

Postagens relacionadas