Reviews Séries & TV 

Homeland | 8×03 – False Friends

Homeland vem focando em seu drama exterior, onde agentes russos e os Talibãs estão envolvido em algo que pode tirar a paz mundial… Carrie está perdida nessa trama, enquanto Saul precisa lidar com a inteligência de manter Haqqani cumprindo suas promessas.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

A mente de Carrie continua uma bagunça e ninguém confia direito nela, nem Mike, nem Jenna, mas Saul a coloca de frente para tomar suas atitudes. Seu encontro com Yevgeny foi confuso, ela não sabe como trabalhar com sua mente, mas pensa em levá-lo para a CIA, só que ainda acho que ele tem outros planos para ela e saberá acessar as memórias necessárias para isso. Usar o conhecimento que tinha de Franny foi importante para ele se manter na ativa e fazê-la mentir para Mike.

Saul passou por apuros, mas Haqqani ao chamar seu únnico filho, Jalal, para conversar, acabou ligando os pontos e descobrindo que foi ele quem armou uma emboscada para tirá-lo do poder e assim ter as facções só para ele. Saul e Haqqani conversando sobre o futuro e como ele queria que o filho fosse por outro caminho foi bem forte.

Fato é que Haqqani sabe da ligação de seu filho com Tasneen, só não sabemos até onde isso será considerado. Além disso, ela o resgata quando Haqqani decide por não matar seu filho e somente humilhá-lo perante todos os homens de sua casa.

No governo americano o vice Ben começa a planejar uma forma de derrubar o presidente Warner e David o alerta sobre as atitudes que ele tem tomado. Mais uma vez o alto escalão do governo está instável e com ameaças de ser trocado.

Homeland mantém seu drama e jogo político em dia e entrega mais um episódio excelente, com destaque para Numan Acar.

Postagens relacionadas