Artigos Filmes Tecnologia Variedades 

Guerra dos Streamings | Ferramenta chamada Watch Party, a nova moda nos serviços de streaming, chega primeiro na Prime Video!

A Amazon anunciou hoje (29) que lança lá nos EUA a ferramenta Watch Party para os usuários da plataforma Prime Video no país.

O QUE É?

Uma ferramenta para as pessoas assistirem os conteúdos da Prime Video juntos. É como se fosse uma grande sala virtual que os usuários podem se reunir e escolher um determinado filme, ou série, e comentar ao vivo enquanto o programa rola na tela do lado.

Confira uma imagem, liberada pela Variety, abaixo com a série Upload.

Serviços de streaming vem acessos disparar na quarentena; Netflix lidera com um aumento de 332%!

Imagem
Foto: Reprodução Prime Video

Claro, a funcionalidade tem limitações. Segundo Deadline, a Watch Party da Amazon lançada hoje (29) chega para poucos, e será implementada devagar, e claro, primeiramente para os usuários americanos, e apenas para computadores. O navegador da Apple, o Safari, por exemplo, não dá suporte para a ferramenta.

COMO FUNCIONA?

Os participantes precisam ter conta na Prime Video, e a festinha virtual só comporta 100 pessoas de uma vez. E vamos com calma, não serão todos os filmes e séries que estarão disponíveis, mas uma boa parte deles.

Depois de decidir o filme ou série, o usuário responsável pela Watch Party recebe um link para ser compartilhado com os amigos, ou família.

A Prime Video é a primeira plataforma de streaming a efetivamente lançar a ferramenta.

A Hulu, da Disney, anunciou mês passado que desenvolvia também a função, assim como uma empresa americana que afirma trabalhar no projeto para a HBO Max, da WarnerMedia.

A Netflix não se manifestou sobre a função, mas existe uma extensão do Google Chrome que habilita a ferramenta para os usuários do serviço de streaming.

Guerra dos Streamings | Diversas séries da HBO como Game of Thrones, Euphoria e The Wire começam a surgir no catálogo da Prime Video Brasil

Já queremos muito usar essa ferramenta e esperamos que chegue no Brasil o mais rápido possível, em um mais capítulo da Guerra dos Streamings.

Postagens relacionadas