Artigos Séries & TV 

4 diferenças entre o livro Pequenos Incêndios Por Toda Parte e a série Little Fires Everywhere

Depois de assistir Little Fires Everywhere notamos que existem diferenças entre a produção e o livro que deu origem para a série.

O livro de Celeste Ng foi adaptado para o formato de 8 episódios que contam a história do livro do começo ao fim, onde a série é protagonizada pelas atrizes Kerry Washington e Reese Witherspoon.

Assim, separamos 4 das principais mudanças na trama do livro e o que foi apresentado.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

1. Personagens mais desenvolvidos.

Foto: Hulu

Na série, Izzy (Megan Stott) está descobrindo sua sexualidade, é lésbica, e ganha um arco envolvendo seu drama ao sofrer bullying dos colegas que a chamam de Ellen Degeneres. Na época que a série se passa, nos anos 90, a apresentadora tinha acabado de se assumir. Nos livros, Izzy é apenas uma garota excluída do restante do colégio.

Ao colocar Mia (Kerry Washington) como uma personagem bissexual na série, diferente dos livros que não fica claro seu envolvimento com sua professora no passado, isso acaba criando uma conexão maior entre as duas, onde Izzy acaba por compreender melhor sua sexualidade.

2. Segredos e mais segredos

Picture Perfect (2020)
Foto: Hulu

Na série, Elena (Reese Witherspoon) é quem conta para Pearl (Lexi Underwood) que ela foi fruto de uma barriga de aluguel, e é a responsável por uma das brigas entre mãe e filha. Nos livros, é Mia é quem conta para a filha, depois que Elena a visita e afirma saber todos os segredos que artista esconde.

3. A relação entre Elena e Izzy

Picture Perfect (2020)
Foto: Hulu

Nos livros, Izzy nasceu prematura e Elena fazia de tudo para proteger a garota com medo da bebê se machucar. Quando Izzy fica mais velha, Elena demonstra uma certa preocupação maior com a filha e a trata de uma maneira diferente dos outros filhos.

Já na série, fica claro que Izzy não foi fruto de uma gravidez planejada, e vemos que Elena teve dificuldades em cuidar da filha, e de mais outras duas criança pequenas, e que desenvolveu depressão pós parto.

4. Pequenos incêndios por toda parte.

Foto: Hulu

Nos livros, Izzy é a única pessoa que coloca fogo na casa dos Richardson. Ela coloca pequenos fogos em cada cômodo da casa por conta do tratamento que tem recebido da mãe e dos irmãos. Ela acha que ninguém está na casa, mas a mãe está dormindo no quarto. Izzy foge de casa depois disso.

Já na série, Izzy acaba também por fugir, mas são seus três irmãos que colocam fogo na casa depois de uma briga com a mãe. Como vimos no final da temporada, o policial responsável pelo caso suspeita da filha do casal, mas é Elena que assume a culpa. 

BÔNUS: As fotografias

Duo (2020)
Foto: Hulu

Nos livros, Mia cria uma série de fotografias para cada um dos membros da família Richardson, mostrando como ela os enxerga de verdade por trás de cada máscara que eles usam. Já na série, temos apenas uma grande maquete da cidade de Shaker Heights no lugar.

Confira nossa crítica da série aqui.

A trama de Little Fires Everywhere se passa em Shaker Heights, um subúrbio calmo e moderno da cidade de Cleveland, onde tudo é planejado: da localização das escolas à cor usada na pintura das casas. E ninguém se identifica mais com esse espírito organizado do que Elena Richardson ( Reese Witherspoon), que tem como princípio de vida seguir as regras.

Mia Warren (Washington), uma artista solteira e enigmática, chega nessa bolha idílica com sua filha adolescente, e aluga uma casa que pertence aos Richardson. Mas Mia carrega um passado misterioso e um desprezo ao status quo que ameaça desestruturar essa comunidade tão cuidadosamente ordenada.

Little Fires Everywhere disponível no Prime Video.

Postagens relacionadas