Filmes Notícias 

Com Thati Lopes e Victor Lamoglia, Como Hackear Seu Chefe chega à Netflix

Você já imaginou o que faria se enviasse um e-mail comprometedor para o seu chefe? Na comédia brasileira Como Hackear Seu Chefe, de Fabrício Bittar, que chega à Netflix hoje, dia 2 de agosto, Victor (Victor Lamoglia) enfrenta grandes confusões para impedir que o dono da empresa em que trabalha, Britto (Augusto Madeira), abra um e-mail enviado por engano. E, para isso, ele contará com a ajuda do amigo João (Esdras Saturnino) e da sua crush do trabalho, Mariana (Thati Lopes).

Esse é o meu primeiro filme produzido para o streaming. É um conceito diferente, que dá mais liberdade. A comédia é um gênero que permite uma leveza maior nas filmagens e, com o elenco que nós temos, a troca aconteceu com muita naturalidade“, divide o diretor Fabrício Bittar.

Na trama, por conta de uma dedetização na empresa AN&N, os funcionários estão em home office. Durante uma reunião por vídeo, Victor e João são escolhidos para atualizar a apresentação da empresa. Essa simples tarefa torna-se um pesadelo quando Victor, de ressaca, envia o arquivo errado: uma apresentação com memes comprometedores sobre o chefe feita por João. Logo que percebem o erro, os dois tentam diferentes estratégias para reverter a situação. Com produção da Clube Filmes, também integram o elenco Paulinho Serra, Fafá Rennó e Nuno Leal Maia.

Eu nunca mandei um e-mail que não deveria para o meu chefe, mas já enviei no grupo aquele print que era para mandar no privado. Já estraguei a festa de aniversário surpresa porque mandei no grupo em que o aniversariante estava. Já convidei gente que não era para convidar porque mandei no grupo em que estava todo mundo. Eu sou mestre em errar os grupos“, conta o ator Victor Lamoglia.

Como Hackear Seu Chefe tem distribuição da Synapse Distribution. Também estrearam nas plataforma, os longas Antonia – Uma SinfoniaRetratos de Uma Guerra.

Retratos de Uma Guerra, que estreou dia 27 de julho, entrou para o Top 10 e Top 5 filmes da Netflix no Brasil. A história retrata a vida de Lina, uma jovem de 16 anos, moradora de uma região atacada por Stalin durante a Segunda Guerra Mundial. Em um campo de concentração, a garota usa a arte para sobreviver.