Críticas Filmes 

Uma Invenção de Natal | Crítica: Acerta no elenco diverso, mas erra com clichês intermináveis.

Bate o sino, pequenino… Histórias de Natal, e sobre o Natal em si, precisam de muito para fugir do lugar comum, e sempre tentam resgatar aquele sentimento que nem tudo está perdido, e que a atmosfera de comemorações conseguirá deixar um quentinho no coração de todos. E aqui, o grande acerto de Uma Invenção de Natal (Jingle Jangle: A Christmas Journey, 2020) é contar uma típica história de Natal, mas com elenco diverso, onde temos personagens, e atores, negros em papeis de destaque, e que tenta entregar um gostoso musical de Natal. Mas tirando isso, o longa erra por entregar clichês intermináveis que me fizeram olhar no relógio para contar as horas para ver quanto tempo faltava para o filme terminar.

Uma Invenção de Natal | Crítica
Foto: Netflix

Um invenção de Natal convida o espectador a entrar e assistir uma mágica jornada, cheia de alegrias, músicas, e onde tudo é possível. Mas ao mesmo tempo senti tudo muito igual ao que sempre foi e que já vimos isso de diversas formas?  Claro, o ator Keegan-Michael Key, como Gustafson. o aprendiz roubalhão e invejoso, a garotinha novata Madalen Mills como a nossa esperta protagonista, e o espectacular Forest Whitaker como um inventor desacreditado em seu talento, estão ótimos em seus papéis e realmente são a melhor coisa do longa.

Mas Um invenção de Natal poderia ser mais? Talvez pelo fato de reunir todos esses atores incríveis e talentosos, o roteiro de David E. Talbert não precisasse os deixar num lugar tão comum, talvez pudesse brincar mais com a história um pouco mai e apimentasse mais a trama. 

Uma Invenção de Natal faz sim, um bom conto de natal, e talvez até sirva para deixar milhares de crianças se sentirem representadas em tela, mas para mim, pela falta propriedade e de lugar de fala, sinto que o longa poderia ser mais ousado em sua proposta. Bacana ter músicas, aqui feitas por John Legend e Philip Lawrence, mas desde que Hamilton fez um sucesso assombroso, tudo agora precisa seguir o mesmo estilo?

Uma Invenção de Natal tem músicas muito boas, destaques para Magic Man G e Make It Work, e que combinam com a história mesmo que eu tenha sentido que o longa seria melhor aproveitado como uma peça de teatro do que um filme propriamente dito. E parece que essa era a intenção do diretor. Em algumas produções funciona, aqui não rolou. 

Uma Invenção de Natal | Crítica
Foto: Netflix

Toda a história de como o aprendiz roubou o natal, e as ideias de seu mentor, é interessante, mesmo que fique sobreposta com a criação do boneco latino falante Don Juan Diego (voz de Rick Martin no original). E tudo isso, para depois o longa saltar no tempo, onde vemos o inventor Jeronicus Jangle (Whitaker, ótimo) já mais velho e sem forças para continuar com seu trabalho na sua Fantástica Fábrica de Chocolates Brinquedos que vira uma loja de penhores. Tudo muda com a chegada de sua neta, a jovem Journey (Mills) para passar o Natal com ele mesmo a contragosto do senhor já rabugento. Uma Invenção de Natal então nos apresenta tudo de novo, o que aconteceu na história e que a narradora (Phylicia Rashad) já nos contou, e que agora é contato pelos olhos de Journey, onde a trama soa tão repetitiva quando as passagens da carteira e fofoqueira da cidade que vive por chamar Jeronicus de Jerry, o tempo todo.

Os figurinos coloridos, os efeitos especiais utilizados, e toda a atmosfera natalina super convidativa e que abraça o espectador a entrar nesse mundo encantado não são os suficientes para esconder as coisas que me incomodaram enquanto eu assistia o longa. A busca para fazer o avó voltar a acreditar em si, e no poder de suas invenções, que a jovem Journey faz, por mais que divertida e encantadora, apenas parece que é um Papai Noel de brinquedo que ficou travado em uma única nota de uma música de natal.

No final, mesmo que Uma Invenção de Natal entregue um espectáculo divertido de Natal, ao espiarmos por trás da cortina vemos que não só de empolgação e canções divertidas que é possível fazer um bom filme. 

Avaliação: 2 de 5.

Uma Invenção de Natal disponível na Netflix

Postagens relacionadas