The Good Doctor | Review: 7×06 – M.C.E.

0
87
the good doctor 706
Crédito: ABC
Try Apple TV

Para mim os roteiristas de The Good Doctor aqui perderam a mão. A série já tinha muito a tratar com a morte de um de seus personagens, e ainda colocam uma tragédia para todos lidarem, sem tempo de processar tudo o que tem ocorrido, fazendo do episódio uma correria sem fim.

ALERTA DE SPOILER!

Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos da série/filme.
Continue a ler por sua conta e risco.

Asher é um importante personagem, e seu jeito mais alegre levava algumas tramas de forma interessante, mesmo que em alguns ponto ele errava por conta de sua criação e essa vontade de cortar os laços com isso, e muitas vezes sendo cabeça dura com suas convicções. Isso o fez um amigo muito próximo, e que todos adoram.

Jerome terá que lidar com a perda de seu amo, sem despedidas, sem um cheiro, e com uma família que não gosta de imaginar sua presença, e ele precisa a partir daqui criar um lugar para poder ir e matar essa saudade. Gostei muito da forma como Jordan cresce em cima de sua dor, da perda do melhor amigo que já teve, e ainda da raiva do crime de ódio ocorrido. Quando ela precisa descontar no causador do acidente do episódio, até eu fiquei do lado dela, mas entendi quando o sofrimento de uma mãe a faz repensar.

O caos no hospital por conta de um acidente de carro que mata pessoas e ainda cria uma crise sem igual, coloca Shaun em um lugar de líder, por controlar suas emoções, que nem ele esperava dar problemas, pois ele começa a ver Asher em outros pontos, e a esperar que ele apareça para ajudá-lo, e em um surto, ele acaba se conectando a Charlie, finalmente. Agora é esperar como irão desenvolver essa ligação que criaram, e ela entendeu que ele precisa do tempo dele para processar as coisas, igual ela precisa do dela para questionar e entender as coisas ao redor.

Para mim Audrey foi quem sofreu muito, em ter que ser forte, dura, trabalhadora, e ouvir de Eileen que seu pai era assim, mas escondia sua depressão para não se mostrar fraco, a faz perceber que está exagerando e precisa colocar a cabeça no lugar, e confiar mais nas pessoas ao seu redor. Achei bonito terem resolvido os laços dela com a mãe.

Park, Morgan, Kalu, todos tiveram seus momentos de lembrar de Asher e sentir sua dor. Gostei de vermos mais dos enfermeiros e auxiliares, de Glassman precisando ser mais duro, mas ainda ceder a Shaun. E Dom também aprendendo que precisa urgente a ser forte, ou perderá mais pacientes foi bem intenso, principalmente pela forma da morte do homem a sua frente.

The Good Doctor | Review: 7×05 – Who At Peace

The Good Doctor deixa cicatrizes e caminha para a parte final de sua última temporada.

Deixe uma resposta