StargirlReviews Séries & TV 

Stargirl | 1×12-13 – Stars & S.T.R.I.P.E. [Season Finale]

Estrelas e Faixa… Stargirl chegou com tudo mesmo. Primeiro eu iria deixar passá-la, não me chamava muito a atenção, mas resolvi dar uma chance no meio dessa pandemia do coronavírus e olha, não há arrependimento algum.

Leve, divertida, com um pano de fundo mais denso, só que é o elenco de Stargirl que nos amarra a cada uma das tramas apresentadas. Para sua season finale não teve muito em aberto, mas com algumas cenas pós-créditos, ficamos ansiosos para saber o que vem por aí.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Estes dois episódios finais da série serviram para chegar ao ápice da luta e vingança de uma nova Sociedade da Justiça contra os veteranos da Sociedade da Injustiça. SJ e SI se renovando e prometendo muitas pedras nos sapatos, principalmente se depender de Cindy, além, é claro, do que podemos imaginar que ficará para Mestre dos Esportes, Tigresa e os outros que precisam se esconder, enquanto tem uma vida pacata em Blue Ville.

Colocar Mike e Barbara sabendo dos segredos de Pat e Courtney foi a melhor saída e até achei que eles esqueceriam as coisas após a invasão mental de Onda Mental, mas não, eles terão algum papel no futuro da série, que promete até mesmo o retorno de Starman procurando Pat, mas será ele mesmo?

Com Cindy conseguindo a jóia de Eclipso, não dá para sabermos quais os seus planos…

Stargirl

Beth e Yolanda cresceram muito na temporada. Beth conseguiu amigos e Yolanda conseguiu recuperar sua confiança depois do que CIndy fez usando Henry. Com Chuck, a inteligência artificial do óculos morto, não sei como ela retornará como Dra. Meia-Noite, mas voltando deve vir com inúmeras atualizações, e acho que até no uniforme será necessária. Já Yolanda e sua Pantera terá que lidar com o fato de ter matado Henry com as próprias mãos para se vingar do que o pai fez com o filho, acho que teremos consequências, mas o que quero mesmo ver é sua relação com a família.

Rick também passou por poucas e boas, mas seu momento foi a vingança que teve contra Solomon Grundy, onde não só deixou a fera bestial sem ação, como o viu implorando pela vida. Grundy viu nele um risco, pois Rick não tinha mais o que perder, e sua sede de vingança estava insaciável, acho que se ver mais monstro do que Grundy foi o que o fez dar um passo para trás, o que deixou até Justin bobo.

Gostei do fim de Justin, indo caçar os outros cavaleiros, e será sensacional ver a reunião deles. Nessa trama podemos ter boas saídas e ótimas participações para o próximo ano, mesmo que tenhamos que esperar as mudanças que a The CW fará na série, que era da DC Universe.

Ah! Ri demais com o Jogador sendo enganado por Beth e Chuck e tendo sua imensa fortuna toda sendo distribuída para a caridade.

Stargirl finalizou seu primeiro ano se mantendo fiel a sua base em aventura, amizade e ação, soube desenvolver seus personagens e apresentar coadjuvantes interessantes, e até Jordan/Geada nos fez pensar mais nas coisas e até onde devemos ir para atingir nossas metas.

Que venha o segundo ano com Penumbra assumindo a Sociedade da Injustiça.

Postagens relacionadas