sábado, 02 março, 2024
InícioSéries e TVReviewsStar Trek: Discovery | 1x07-08 - Magic to Make the Sanest Man...

Star Trek: Discovery | 1×07-08 – Magic to Make the Sanest Man Go Mad / Si Vis Pacem. Para Bellum

E este spin-off de Star Trek continua sendo uma excelente sacada para a CBS, e sua transmissão mundial pela Netflix tem sido algo incrível para nós fãs acompanharmos juntos as aventuras da nave Discovery. Estes dois últimos episódios de Star Trek: Discovery foram importantes para mostrar o quão longe os Klingons estão dispostos a irem para ganhar a guerra contra a federação, e o retorno de Mudd foi incrível, além de vermos a nave ficar de frente a nave principal dos Klingons.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Em “Magic to Make the Sanest Man Go Mad” temos um excelente destaque para Stamets, mostrando mais sobre sua conexão com as estradas de esporos e como isso acaba ajudando-o em um ataque de Mudd, que vem atrás dos planos de viagem da Discovery para usá-los a seu favor. Stamets ganhou mais profundidade aqui, mostrando-o como alguém mais ligado aos acontecimentos da nave, mas principalmente, temente ao que os Klingon poderiam fazer tendo a viagem de esporos em sua frota.

Stamets aqui precisa superar sua conexão com Michael e o que ela representa para a frota, para confiar nela e quebrar o ciclo de Mudd, pois eles estão presos em um looping temporal de poucos minutos por horas… Gostei do uso da inteligência deles e da necessidade da conexão, mas infelizmente tudo é feito as pressas, e quanto mais informação vamos tendo, fica impossível tudo se resolver tão rapidamente.

No fim Stamets, Lorcas e Michael usam o passado de Mudd contra o mesmo, forçando-o a ficar frente-a-frente com Stella e seu pai, para forçá-lo a ir embora, e sem muitos detalhes do plano, só que Stamets é importante para tudo aquilo. Já imagino os Klingon querendo pegá-lo…

Enquanto isso, em “Si Vis Pacem. Para Bellum“, vemos Cornwell se unir a L’Rell para bater de frente com Kol, que garante que levará os Klingon a vitória, nem que precise jogar sujo, o que ela não aceita. Kol passou a perna no legado de T’Kuvma e a forma como eles desenvolvem os seus projetos é de puro ódio. Não esperava que Cornwell fosse escapar agora, mas deixa em aberto uma união entre algumas casa Klingon.

Gostei de ver Saru se entregando a sentimentos tão básicos e colocar toda a sua jornada em risco. O planeta Pahvo é algo incrível para colocar como tema, e Michael já teme que o povo de paz seja destruído por Kol, que viaja para encontrar a frota. A saída pela comunicação através das linhas do planeta foi muito bacana.

Com coisas simples a série consegue se manter instigante e focada em sua jornada cientifica, buscando manter-se fiel ao legado da série clássica, mas buscando trazer para a franquia a sua própria cara. Star Trek: Discovery tem acertado em cheio nisso.

Try Apple TV

Danilo Artimos
Danilo Artimoshttps://linktr.ee/danartimos
Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de cinema, televisão e teatro...

Artigos Relacionados

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba todas as principais notícias e informações em seu email.

Mais Lidas

Confira a lista de dubladores nacionais da animação Patos!

Claudia Raia, Ary Fontoura e mais na lista de dubladores nacionais da animação Patos! Chega em janeiro nos cinemas.

Os lançamentos de Março na Max

Os lançamentos no Star+ em Março

Try Apple TV

Últimas

Emily Blunt negocia participação em longa com The Rock sobre lutador de MMA

Emily Blunt negocia participação em longa com The Rock sobre lutador de MMA.

Os lançamentos de Março na Max

Os lançamentos de Março no Prime Video

Os destaques no Disney+ em Março

Os lançamentos no Star+ em Março