Quiz Lady | Crítica: A única resposta possível para essa comédia é SIM!

0
1511
Try Apple TV

Tudo sobre Quiz Lady (2023) me agradou de imediato. Da premissa meio doida do filme, da escalação de Awkwafina e Sandra Oh, da forma como todo o projeto foi desenvolvido até o momento da divulgação e das primeiras cenas. Parece que foi um filme feito para mim, sabe?

E acho que o mais interessante do longa fica com a forma como essa dupla de atrizes subvertem a expectativa e interpretam personagens diferentes do que estão acostumadas e mesmo assim garantem boas risadas.

Em Quiz Lady, Awkwafina e Oh interpretam irmãs com personalidades completamente opostas, uma mais “doidinha” e a outra mais séria e centrada. O que no primeiro momento, dá para se imaginar, como eu pensei lá no ano passado, era que no filme Oh seria a irmã certinha e Awkwafina a destrambelhada. Mas aí fomos surpreendidos com essa mudança. Positivamente, claro!

Awkwafina em cena de Quiz Lady. Foto: Photo courtesy of 20th Century Studios. © 2023 20th Century Studios. All Rights Reserved.

E como as duas também são produtoras do longa, acho que com Quiz Lady elas quiseram ir para um outro caminho, o que faz com que a única resposta possível para esse longa seja um alto e bem sonoro: SIM!

Afinal, essas duas atrizes extremamente boas e já deram o nome que são boas separadamente, e aqui, quando colocadas juntas, aliado ao texto de Jen D’ Angelo que é extremamente afiado e que entrega uma história maluca, tem a chance de, mesmo fora da zona de conforto, entregaram boas atuações.  

E definitivamente Quiz Lady faz uma comédia daquelas com gostinho de Sessão da Tarde que se fosse lançada nos anos 90, 2000 hoje seriam aquelas enaltecidas pelo público e relembradas on-line como tem sido com Meninas Malvadas e o Diabo Veste Prada, entre diversas outras que marcaram época. Ao colocar Anne (Awkwafina) e Jenny (Oh, ótima) em jornada para conseguirem arrecadar dinheiro para salvar o cachorro delas (tá, o animal é mais de Anne) que foi sequestrado por uma gangue local depois que a mãe delas desapareceu e deixou uma dívida de jogo para pagaram, o longa só se beneficia com essa dupla em ação. 

Se juntas causam, imagine juntas deveria ser o título nacional. Afinal, as peripécias que as personagens passam ditam o tom na medida que Jenny convence Anne (na verdade a coloca dentro do porta-malas com a ajuda da vizinha mala dela) a participar do Game Show Can’t Stop the Quiz que ela tem acompanhado, e acertado as respostas das trivias,  durante anos pela TV, agora parece ser a única oportunidade de arrecadar o dinheiro que precisam. (Isso é debatível, como vemos no filme, mas aqui, sem spoilers). 

E claro, como um bom filme do gênero, talvez, a ida ao game show, participar do game show em si, não seja realmente o foco dessa história, mas Quiz Lady sabe trabalhar bem essa história de road trip movie, e principalmente essa relação de irmãs que são divertidamente representadas por Oh e Awkwafina que são uma máquina de fazer dar risada. 

Sandra Oh em cena de Quiz Lady. Foto: Photo courtesy of 20th Century Studios. © 2023 20th Century Studios. All Rights Reserved.

Com uma trilha sonora embalada por hits pop, Quiz Lady entrega uma história divertida, não só pela dupla principal que manda muito bem nas cenas de comédia física, mas pelas participações e outros personagens que completam esse mundo meio amalucado que o longa apresenta. De Holland Taylor como a vizinha chata e com um crush em um ator que ela acha ser um, mas não é, Will Ferrell vindo pós-Barbie como o excêntrico apresentador do game show, até mesmo Jason Schwartzman como um outro competidor determinado a bater o recorde do programa e Tony Hale como o dono de uma pousada em que usa uma fantasia de Ben Franklin. Todos estão muito bem.

E o texto dá oportunidades para todo mundo, onde parece que temos muitas cenas improvisadas, e momentos que faz o elenco inteiro entregar boas passagens e boas falas como, por exemplo, uma de Oh que me marcou: “Ah é tão difícil ser uma mulher asiática nos EUA!” que dentro do contexto da história e da trama é muita bem utilizada.

Assim, quando chegamos na parte da competição, quando elas chegam, efetivamente, para o game show, o longa ganha uma camada mais e faz com que Quiz Lady fuja de ser uma comédia totalmente pastelão para entregar momentos bonitos e tocantes. Num ano onde as comédias voltaram com tudo, de Que Horas Eu Te Pego?, para O Urso do Pó Branco e diversas outras disponíveis por aí, Quiz Lady se junta nessa lista, que vale 1 milhão de reais. Cadê o Silvio Santos nessas horas com a maleta do milhão?

Nota:

Onde assistir Quiz Lady?

Quiz Lady chega em 3 de novembro no Star+.

Deixe uma resposta