Filmes Notícias Séries & TV Tecnologia Variedades 

Netflix vai se adequar ao mercado e muda suas regras de medição de audiência; confira mudanças

Um novo ano vem aí, uma nova Netflix. Ou quase isso. A plataforma anunciou hoje (19), durante a sua reunião de investidores para o período Q3 (Julho, Agosto, Setembro) que mudará a forma como a empresa reporta as suas produções mais vistas.

Hoje em dia como funciona: Netflix anuncia (sem uma empresa terceira que checa e valida esses dados como a Nielsen, por exemplo) as séries e filmes que foram mais vistos pelos usuários em todo o mundo durante os 28 primeiros dias.

Se a produção foi bem ganha destaque, se não foi, bola para frente. Assim a plataforma libera, quando quer, a quantidade de contas que viram X produção nessa janela de tempo.

O teto anunciado hoje (19) por exemplo era de 214 milhões de contas em todo mundo. A série Round 6 foi vista por 142 milhões nas primeiras semanas desde que foi lançada, por exemplo, a maior visualização da plataforma até agora.

A pegadinha, dentro da pegadinha claro, é que a Netflix considera que bastava 1 conta ter visto pelo menos 2 minutos da atração como uma “visualização” completa.

Mas isso acaba em 2021. Quando não sabemos? Talvez para o Q1 2022 (Janeiro, Fevereiro, Março) a empresa já mude essa metragem.

E o que muda?

Agora a Netflix vai computar horas vistas dentro da plataforma.

Isso fica dentro de outras métricas criadas nos EUA, mas também a Netflix pode parar de divulgar a quantidade de contas que viu cada produção e também a quantidade de contas no total, afinal, a competição com os outros serviços de streaming só cresce. Por exemplo, os analistas afirmam que em 2025, a Disney+ poderia já passar a plataforma como a que tem mais usuários em todo mundo.

Confira como fica o TOP 10 de produções da Netflix, divididas entre filmes e séries, com a nova métrica. E como fica mais atrativo para a empresa divulgar esses novos dados e algumas mudanças nas ordens de certas produções.

Por exemplo, no número de contas o longa O Irlandês nem chega no Top 10 de contas, já no horas vistas, o longa está em terceiro lugar. A explicação, o longa de Martin Scorsese de 2019 tem mais de 3 horas de duração.

*Total de horas vistas por título nos primeiros 28 dias na Netflix
** Número total de contas que viram pelo menos 2 minutos do título nos primeiros 28 dias. Dados coletados em 27 de setembro de 2021