Ghosted | Crítica: Carisma de Ana de Armas e Chris Evans dão o tom para longa de ação

0
1059

Depois de roubarem as cenas e terem atuado juntos em Entre Facas e Segredos lá em 2019, Ana de Armas e Chris Evans fizeram muitos outros projetos separados. Evans se despediu do Capitão América, fez série na própria Apple, deu voz para o Buzz Lightyear (mas não aquele Buzz que a gente conhecia) e muito mais. Já De Armas fez Bond, foi indicada ao Oscar por Blonde, e também muito mais.

A dupla fez um dos longas mais caros de ação juntos, e depois de um tempo, estão novamente em uma nova comédia de ação, agora para Apple, em parceria com a produtora Skydance, chamada Ghosted: Sem Resposta (Ghosted, 2023).

E que projeto interessante para os dois atores trabalharem juntos, mais uma vez. Por que o que temos aqui com Ghosted é claramente um filme sobre como os opostos se atraem e que claramente só dá certo se tivermos dois atores com uma certa intimidade profissional para fazer dar certo e acontecer, afinal, química em tela é uma coisa simples: Ou você tem, ou não, não dá para fingir, ou não dá para se criar de uma hora para outra.

E olha, De Armas e Evans tem isso de sobra, e é meio isso que faz Ghosted dar certo.

Ana de Armas em cena de Ghosted
Foto: Courtesy Of Apple Studios/Skydance. All Rights Reserved.

Esqueça a pancadaria adoidada de John Wick, você vai querer mesmo é mandar um foguinho na DM desse filme, se você gostar de comédias românticas e filmes de ação, claro.

O diretor Dexter Fletcher segue bem as cartilhas de filmes do gênero como o consagrado Sr. & Smith (2005), Par Perfeito (2010), Guerra é Guerra (2012) e até mesmo o recente Casamento Armado (2022), para vocês verem como o cinema sempre é cíclico e sempre volta para produções que deram certo em algum momento.

Entre cenas de perseguições e explosões aqui e ali, Fletcher coloca dois personagens com personalidades completamente opostas, e dois bons atores para dar vida para eles, para contar essa história que envolvem conspirações internacionais, artefatos perigosos que podem causar um grande estrago se caírem na mãos erradas, viagens por diversos cantos do mundo, e claro, um texto engraçadinho e cheio de bons acenos para o que acontece quando esses dois pombinhos resolvem discutir a relação enquanto são perseguidos por bandidos da pior espécie, e por basicamente todo mundo que trabalha com inteligência no filme.

Ah, e basicamente tá todo mundo nesse filme também. Os cameos, as participações especiais de Ghosted são apenas a cereja do bolo que coroam essa comédia de ação. É como se a cada momento você arrastasse para o lado na esperança de ver quem será o novo rostinho de Hollywood conhecido surgir em tela. E olha que filme tem muitos, muitos nomes conhecidos que dão um oi, fazem uma piada e depois desaparecem rapidamente, assim como, a misteriosa, mas espirituosa Sadie (De Armas) faz, depois que ela e Cole (Evans) saem para um café no mesmo dia que se conhecem e discutem sobre plantas em uma feirinha numa tarde qualquer. 

E depois o café vira um passeio pelo museu, um lanchinho, uma ida para um karaokê e claro, alguma coisa a mais, mas o carente Cole não iria imaginar que ele levaria um perdido de Sadie logo depois disso tudo. E com a ajuda da tecnologia (afinal é um filme da Apple!), ele parte em viagem para Londres para surpreender Sadie.

Coisa de stalker ou um gesto romântico? É que a família de Cole (Tate Donovan, Lizze Broadway e Amy Sedaris) discute antes dele sair da fazenda que vive com os pais para a Europa. Sobre essa questão, eu deixo para vocês, leitores, debaterem!

Até que bandidos disfarçados o capturam e a aventura de Ghosted, efetivamente, começa, quando descobrimos que Sadie trabalha para a CIA e estava no país em uma missão.

Chris Evans em cena de Ghosted
Foto: Courtesy Of Apple Studios/Skydance. All Rights Reserved.

O roteiro escrito por quatro mãos, com o time formado por Rhett Reese, Paul Wernick, Chris McKenna, Erik Sommers, consegue unir as cenas de ação e de explosão que são muito bacanas (principalmente uma que se passa em um ônibus todo decorado no Paquistão) com essa história de espionagem global.

E claro, com esse lado mais romântico que Ghosted mescla aqui, na medida que essa relação nova se desenvolve e é nutrida (igual as plantas que sempre são tema da discussão no filme) na medida que Sadie e Cole tem os piores, e mais perigosos, “encontros” possíveis, quando eles (quer dizer ela precisa salvar a vida dele) precisam salvarem suas vidas quando os criminosos liderados por Leveque (Adrian Brody) e seu capanga Wagner (Mike Moh) estão em busca de uma senha para abrir uma maleta que contém uma arma química que está por ser vendida para pessoas não muito legais. 

E isso tudo nos leva para o clássico tipo de trama de filmes de espionagem: perseguições adoidadas, traições, vilões falando seus planos em vez de efetivamente colocarem eles em práticas, disfarces, e negociações no meio de restaurantes cheio de armas e olhares ameaçadores. Nada de novo, nada de surpreendente e que vai reinventar o gênero, mas como funciona bem para Ghosted!

É a comprovação que De Armas pode fazer comédia (ela até foi apresentadora do humorístico SNL na semana antes do filme sair na Apple). É o retorno de Evans para o gênero que ele dominava (com O Diário de Uma Babá em 2007, por exemplo) antes de entrar para o mundo de super-heróis seja como Johnny Storm em Quarteto Fantástico ou como o lendário Capitão América depois voltar em Qual O Seu Número? em 2011, onde depois precisou deixar as comédias um pouco de lado ao fazer em zilhões de filmes na Marvel como o herói líder dos Vingadores.

No final, é o texto bem inspirado que Ghosted entrega, aliado com, como falamos, o carisma de De Armas e Evans, que ditam o ritmo do filme, que por mais que seja bem quadradinho em como conta essa história, entrega da forma mais engraçada e divertida possível. E para um filme de streaming, e que não tem pretensões nenhuma de ser levado a sério, Ghosted diverte como um verdadeiro longa dos anos 2000 divertiu. E está tudo certo. Veria de novo e de novo. Para o algoritmo do streaming, baseado em horas vistas, isso é ouro. 

Avaliação: 3 de 5.

Onde assistir Ghosted: Sem Resposta?

Ghosted: Sem Resposta chega no AppleTV+ em 21 de abril.  

Try Apple TV
Try Apple TV

Deixe uma resposta