Um bate papo com Jack Black e Awkwafina da animação Kung Fu Panda 4

"É o papel de uma vida e eu amo fazer" afirma Jack Black em bate-papo com o site sobre seu retorno para Kung Fu Panda 4. Foto: © 2024 DreamWorks Animation L.L.C. All Rights Reserved.

0
74

O comediante Jack Black não escondeu a empolgação ao falar sobre o panda Po, voltar a dar voz para o personagem e sobre estar de volta em Kung Fu Panda 4. O ator dá voz no original para o personagem e é a cara da franquia nos EUA desde de 2008 quando o primeiro filme saiu. “É o papel de uma vida e eu amo fazer” diz ele durante bate-papo para divulgar o filme com o ArrobaNerd, outros jornalistas do Brasil e de outros veículos de comunicação de diversas partes do mundo em uma chamada virtual.

(from left) Po (Jack Black) and Zhen (Awkwafina) in Kung Fu Panda 4 directed by Mike Mitchell. © 2024 DreamWorks Animation L.L.C. All Rights Reserved.

O ator está de volta nessa nova etapa do panda mais querido dos cinemas. E ele não está sozinho. No longa Po, o Dragão Guerreiro é escolhido para se tornar o Líder Espiritual do Vale da Paz. Mas as coisas não são tão fáceis para ele na medida que também cruza a caminho com A Camaleoa (voz da vencedora do Oscar, Viola Davis no original), uma largada que como seu nome diz pode se transformar em qualquer criatura e que está de olho no Cajado da Sabedoria de Po, que lhe daria o poder de trazer todos os vilões-mestres já derrotados por Po de volta ao reino espiritual. E assim, Po parte em uma jornada para tentar salvar o Vale da Paz e cruza caminho com a rápida e astuta ladra, uma raposa nada confiável chamada Zhen (Awkwafina, a comediante em ascensão em Hollywood).

E junto com o ator, a atriz Awkwafina também participou do bate-papo, onde o filme, e o dia de imprensa serviu como uma reunião entre os dois colegas, já que dois atores trabalharam juntos no longa Jumanji: Próxima Fase (2019).

E também juntos a dupla gravou suas falas em estúdio, coisa que os estúdios deixaram meio de lado, por conta da pandemia e da agenda apertada dos talentos. Mas eles gravaram algumas cenas e falas sim. E revelaram também outra coisa atrapalhou um pouco, o andamento dos trabalhos, nesse dia. É o fato que um não fazia o outro parar de rir.

A comediante diz: “Não é muito comum isso, de você gravar com outro ator, mas nós tivemos um dia juntos. E eu fiquei com medo de rir e arruinar as tomadas dele, porque é tão doido estar ao lado dele enquanto ele dá voz para Po.”

Black comenta também sobre a experiência, ilustrada na imagem de capa da nossa matéria. “Acho que nós percebemos por que eles não nos colocam juntos [o filme todo], porque estávamos fazendo um ao outro cair na gargalhada o tempo todo. Provavelmente devia ter muita risada por trás das gravações de cada um de nós.“diz em ritmo bem humorado o comediante para uma jornalista.

O ator completa: “Foi um dia muito engraçado. Queria ter feito mais.”

E por mais que Black e Awkwafina tenham tido essa camaradagem no estúdio de gravação, ao mesmo tempo em Kung Fu Panda 4, seus personagens, Po e Zhen são figuras completamente opostas. Para criarem essa dinâmica a dupla precisou trabalhar bastante quem são seus personagens e o que eles querem. A atriz diz: “Nossa, eles são completamente opostos. Eu realmente amo como temos um que é muito positivo e tem fé nos outros e outro que realmente se decepcionou com as pessoas e realmente tem uma visão e um sentido mais negativo em relação aos outros e ao mundo. É bacana quando essas energias se juntam e eles aprendem coisas muito maiores sobre eles mesmos. “

Já o ator comenta: “É muito interessante e surpreendente, como ao longo do filme, vemos o modo como a história da personagem se desdobra e como a relação, e no final, a amizade dela com o Po só cresce durante o filme.” diz ele. “Quanto mais você aprende sobre ela, acabam por existir algumas revelações chocantes.”

Jack Black voices Po in DreamWorks Animation’s Kung Fu Panda 4, directed by Mike Mitchell.

E em mais de 15 anos da franquia, Black comenta o que mais marcante ele levou de Po e de Kung Fu Panda. “Eu aprendi ao longo dos anos a deixar as coisas seguirem seu próprio rumo. Você faz o seu melhor e depois deixa as coisas seguir seu próprio curso. Quando eu era mais novo, eu ficava preso, pensando no que eu poderia ter feito diferente em algumas coisas. E agora eu faço o melhor e viro a página pra focar minha energia no que vem por ai.”

E sobre mais filmes de Kung Fu Panda? “Nunca diga nunca. Estamos lidando com um filme de cada vez, e curtindo essa. Não quero nos precipitar mas por mim eu quero ver Kung Fu Panda 5, 6, 7, 8 e por ai vai. ” afirma ele.

@jackblack

Tenacious B! 🐼

♬ original sound – Jack Black

Outra curiosidade bem bacana que o ator revelou foi sobre o uso da música Baby One More da cantora Britney Spears no longa. Performado por Black e o colega Kyle Glass que formam a banda Tenacious D, o ator comentou detalhes de como conseguiram colocar a icônica música da cantora americana na trilha sonora do longa.

“A ideia realmente veio do diretor Mike Mitchell que disse. “Ei a Tenacious D por fazer uma versão cover para colocarmos nas cenas dos créditos finais? Ele é muito fã da banda. E eu Claro, claro, yeah vamos fazer. E ele tinha algumas ideias, e eu tenho que dar crédito para minha empresária, Sharon Jackson que falou: você deveria fazer Britney Spears, e eu falou: Tá aí, é uma excelente ideia. E eu falei para Mike: Podemos fazer Britney Spears? E ele disse: Sim. Faça Hit Me, Baby One More Time, por que é meio que a coisa do Ku Fu Panda.” comentou.

E ele completa: “E as pessoas estavam gritando no final da música. E foi uma grande gravação. Foi épica. E nós ficamos muito felizes da forma como tudo foi feito. E eu mandei um email para Britney, dizendo que eu sou muito fã, e que nós amamos a música dela, e que nós ficamos muito orgulhosos, e eu que esperava que ela gostasse. Convidamos ela para a pré-estreia, mas não ouvimos uma resposta. Mas no final, o empresário dela respondeu e falou: Ela leu e disse: Obrigado.!”

Kung Fu Panda 4 tem direção de Mike Mitchell (Trolls, Shrek Para Sempre) e codireção de Stephanie Ma Stine (série She-Ra e as Princesas do Poder).

O longa está em cartaz nos cinemas nacionais.

Deixe uma resposta