La Situación | Crítica: Comediantes experientes aproveitam roteiro caótico para fazer rir

0
587

Uma das coisas mais legais da comédia nacional La Situación (2023) talvez fique por termos a oportunidade de assistirmos o trio de atrizes formado por Natália Lage, Júlia Rabello e Thati Lopes em cena, juntas, arrebentando como suas personagens que passam os mais malucos sufocos em uma viagem do Brasil para a Argentina que dá muito errado.

La Situación
Júlia Rabello,Thati Lopes e Natália Lage em cena de La Situación
Foto:  Star Original Productions/Migdal Filmes.

O trio experiente, seja Rabello e Lopes vindo de anos do humorístico Porta do Fundos, ou Lage de outros projetos na TV, dita o tom dessa comédia que nos entrega em um roteiro caótico, uma história divertida e cheia de momentos de fazer gargalhar na medida que vemos Ana (Lage), Letícia (Rabello) e Yovanka (Lopes) descobrirem que cruzaram a fronteira carregando substâncias ilegais e estão, tanto na mira da polícia internacional, quanto de um cartel de drogas super perigoso.

O roteiro de Carolina Castro (das comédia Carlinhos e Carlão, Duas de Mim) e Natália Klein (mais recentemente da série nacional As Maldivas) sabe bem colocar esse trio de personagens, com as mais diferentes personalidades, para viverem as mais malucas situações, quando elas decidem embarcarem para a Argentina por conta de um parente de Ana que morreu e deixou um terreno para a jovem no país vizinho. Assim, essa comédia de erros, mostra que sim, o destino final não é o ponto chave na história dessas mulheres e que sim, que o importante é a jornada dessas amigas, e como essa viagem vai mudar suas vidas. 

Lage, Rabello e Lopes estão hilárias juntas e até mesmo separadas, ou quando trabalham em duplas, fazem La Situación ser uma comédia no estilo road trip muito boa de se assistir. As falas apressadas, as situações que parecem tão naturais que soam como improvisos e o ritmo cômico das três que é apenas amplificado aqui por conta do texto de Castro e Klein, apenas ditam o tom dessa comédia, onde o longa apenas vai por escalonar as situações amalucadas, insanas e querendo, ou não, engraçadas que essas mulheres vivem. 

La Situación
Júlia Rabello,Thati Lopes em cena de La Situación
Foto:  Star Original Productions/Migdal Filmes.

Seja pelo fato da certinha Ana finalmente constatar que sua vida não é como ela gostaria que fosse e que ela precisa realmente se soltar e se impôr mais, por Letícia usar essa viagem para tirar um tempo do marido Diego (Marcelo Gonçalvez) e dos seus filhos, e de Yovanka de conseguir aproveitar e ser ainda mais o espírito livro que é! Não importa, o que La Situación mostra é que seja juntas ou separadas essas mulheres vão ver suas vidas passarem pelos seus olhos, juntamente com tiroteios, caixas de absorventes, e algumas reviravoltas aqui e ali.

E a cada etapa da viagem, os perrengues e as confusões que elas se metem ficam maiores, e mais engraçados, seja a descoberta que elas foram confundidas com as mulas originais, ou que o terreno que Ana herdou foi tomado pela população local que vive ameaçada pelo rei do tráfico local conhecido como El Papá (Roberto Suarez), ou até mesmo como o agente da polícia Federal Antônio (Dudu Azevedo) viu as três atrapalharem o andamento de sua investigação de anos sobre a organização criminosa que elas se metem.

A trama de La Situación, como falamos, só aumenta seu nível de piração, fica mais divertida, ao mesmo tempo que fica mais maluca, e garante que passamos momentos com Lage, Rabello e Lopes dos mais cômicos, onde o trio não só acerta no timing das piadas, mas também em criar, e desenvolver, essas personagens, e fazer com que elas não caiam no lugar comum ou na superficialidade. Particularmente, o destaque fica com Lopes que realmente se mostra uma das melhores comediantes hoje em dia e realmente dá o tom para as doideiras que La Situación apresenta. 

Entre viagens com alpacas no meio do deserto, perseguições em carros conversíveis na estrada no meio do nada enquanto lutam com motoristas armados, e por vermos essas mulheres tentarem dar um golpe no El Papá e na Duqueza (Soledad Pelayo), essas três garantem que tenhamos uma comédia marcada por um bom humor sem tamanho, um roteiro super afiado, e que não deixa nada a desejar para nenhum filme gringo.

No final, La Situación mostra que conseguimos fazer, e contar boas histórias, sim. 

Avaliação: 3 de 5.

Onde assistir Lá Situación?

La Situación chega nos cinemas em 23 de março.

Deixe uma resposta