Bilheteria | Aquaman 2 assume 1º lugar, mas não faz grande tibum em estreia

0
95
Try Apple TV

A semana do Natal teve a estreia de um filme de super-herói para movimentar o feriado, mas Aquaman 2: O Reino Perdido (Warner Bros.) não fez o barulho todo que o primeiro fez em termos de bilheteria na semana de estreia.

E nem mesmo Beyoncé performou bem no período de 21 até 25 de dezembro. Confira os números liberados pelo Comscore abaixo.

Sim, claro a sequência de Aquaman (2018) ficou em primeiro lugar na bilheteria nacional na semana de estreia, mas entregou números medianos para o esperado para esse tipo de produção e ainda uma produção da DC que normalmente é um mercado que abraça o selo da Warner Bros. e comparece aos cinemas.

Com sessões de pré-estreia na quarta-feira (20), Aquaman 2: O Reino Perdido levou, no total dos 6 dias em cartaz no país, mais de 706, 31 mil pessoas aos cinemas nacionais.

Para o período analisado (do feriado de 5 dias), o filme levou 527, 15 mil pessoas e faturou R$ 11,60 milhões. No total, Aquaman 2 faturou mais de R$ 15 milhões desde da estreia por aqui. Em todo o mundo o longa fez US$ 120 milhões (Apenas US$ 40 milhões no EUA) em bilheteria.Os principais mercados, fora os EUA, foram a China com US$ 30 milhões, o México com US$5 milhões, a Indonesia com US$ 3,6 milhões, a França com US$ 3,2 milhões e o Reino Unido com US$ 3 milhões. (Via Exhibitor Relations Co).

Em comparação com as outras estreias da DC no ano aqui no Brasil, The Flash levou 674 mil pessoas (774 mil pessoas nas sessões de pré-estreia em Junho), Besouro Azul (Agosto) teve um público de 509 mil pessoas, e Shazam! Fúria dos Deuses, lá em Março, levou 334 mil pessoas (376 mil pessoas se contarmos as sessões de pré-estreia).

E para finalizar, a animação Homem-Aranha No Aranhaverso (Sony), em junho, levou 890 mil (já com as sessões de pré-estreia) aos cinemas.

E segundo lugar (em termos de público), o musical Wonka (também da Warner Bros.) levou novas 165 mil pessoas aos cinemas e faturou novos R$3,49 milhões. O longa estrelado por Timothée Chalamet entrou na terceira semana em cartaz, e tem se mostrado uma boa aposta nesse final de ano. Já levou mais de 1,57 milhões de pessoas no total e já arrecadou mais de R$ 30 milhões.

Renaissance: A Film by Beyoncé e as quase 3 horas de duração do documentário/filme dos shows da cantora americana levaram 131 mil pessoas aos cinemas no período e faturou mais de R$4, 76 milhões por aqui. Convertendo em dólar já dá para trazer o cavalo (de classe econômica claro!) para a turnê em 2024. Por que vir mesmo só para a pré-estreia em Salvador e tirar foto com os fãs.

Em ritmo de sessões de pré-estreia a comédia nacional Minha Irmã e Eu (Paris Filmes) levou pouco mais de 10 mil pessoas aos cinemas. Chega no circuito em 28 de dezembro, junto com o longa dos Mamonas Assassinos (Imagem) e O Senhor do Caos (Diamond).

O três filmes encerram o ano de forma capenga, xoxacapenga, manca, anêmica, frágil e inconsistente.

Assim, o mercado exibidor já está de olho na temporada das férias e da estreia das animações Patos! (Universal Pictures) e Wish: O Poder dos Desejos (Disney) em 4 de janeiro.

Um ótimo 2024 para todos que acompanharam a lista de bilheteria nacional em 2023.

O Top 10 em bilheteria nacional (em números de pessoas no período):

  • 1º lugar – Aquaman 2: O Reino Perdido (Warner Bros.) – 527, 15 mil pessoas (706,31 mil com as estreias de quarta-feira, 20/12).
  • 2º lugar – Wonka (Warner Bros.) – 165,09 mil pessoas.
  • 3º lugar – Renaissance: A Film by Beyoncé (TRAFR) -131, 39 mil pessoas.
  • 4º lugar – Godzilla Minus One (SATO) – 34 mil pessoas.
  • 5º lugar – Jogos Vorazes: A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes (Paris Filmes) – 13,92 mil pessoas.
  • 6º lugar – Napoleão (Sony Pictures) – 12, 60 mil pessoas.
  • 7º lugar – Minhas Irmã e Eu (Paris) – 10,77 mil pessoas.
  • 8º lugar – O Sequestro do Voo 375 (Disney/Star Originals) – 9,23 mil pessoas.
  • 9º lugar – Os Três Mosqueteiros: Milady (Paris Filmes) – 8,16 mil pessoas.
  • 10º lugar- A Maldição do Queen Mary (Diamond Filmes) – 5,90 mil pessoas.

Deixe uma resposta