Young Sheldon | 1×19 – Gluons, Guacamole, and the Color Purple

Amei que este episódio de Young Sheldon resolveu focar não só em Sheldon, mas dar espaço para Meemaw e também para seus irmãos. A série conseguiu trabalhar a confiança de George Jr. e ainda mostrar mais da personalidade encantadora de Missy.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

O sonhador Sheldon resolveu que quer começar a ter aulas em universidade, nem que fosse uma vez por semana e sobrou para Meemaw levá-lo, pois seus pais trabalhavam. Ver Meemaw mais empenhada no relacionamento com o neto nos acalenta o carinho dele pela avó nos dias atuais. Amei que de primeira a senhora já fica encantada com o nerd Dr. John Sturgis (Wallace Shawn, The Good Wife) e aceita um encontro, para a ansiedade de Sheldon.

O jovem acaba querendo saber todos os detalhes do relacionamento da avó, mas acaba entendendo que não poderá ficar no pé dela, mesmo que ela tenha gostado. Mas eu ri com as confusões que acabam acontecendo entre eles, pois Sturgis anda de bicicleta e tem um humor involuntário, assim como Sheldon, o que faz Meemaw ficar pensativa com a relação dela. Acaba que sua presença nas aulas de Sheldon vira pura distração para Sturgis.

Agora, amei ver Missy tendo problemas com seu dever de casa e não tendo como ir pedir socorro a Sheldon, restando apenas George Jr. para ajudá-la. A forma como os dois resolve ficar mais espertos para mostrar que podem ir além do irmão soa legal no fim, por mostrar a capacidade deles, já que acabam tirando 100 no teste. Esperava mesmo mais momentos assim entre os irmãos, trazendo leveza para a trama deles.

Young Sheldon soube abordar suas tramas com graça e não ir para um lado mais desesperado. Abordar mais de George e Missy é importante para não sobrecarregar Sheldon e muito menos Mary, já que por alguns episódios a série parecia esquecer os outros personagens.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.