The Flash | 6×01 – Into the Void

E a fall season vai só aumentando, agora foi a vez de The Flash retornar para a sua 6ª temporada e começar a falar sobre perdas e como superá-las… Todos perderam alguém, ou alguma coisa, e Iris e Barry perderam Nora e querem mantê-la segura em sua mente, só que cada um lida de um jeito.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Iris quer guardar a jaqueta de XS e procurá-la é importante, pois Joe jogou a caixa com ela fora, sem que ela soubesse, desesperada ela vai até o lixão e a enconta, mas dá de cara com o vilão do episódio: um buraco negro.

Enquanto Iris se pega nessa necessidade, Barry não quer perder mais ninguém, nem mesmo Chester, o rapaz inteligente que constrói com lixos um item que gera buraco negro e sua mente pode se destruir. Barry deixa bem claro que não irá perder o rapaz.

E esse foi o tema e a correria para salvar Central City de ser sugada pelo buraco negro que aparece em seu céu.

Se Chester de um lado está salvo, Rosso que não aceita a perda da mãe e como ela se entregou ao câncer, busca matéria negra para se curar do próprio câncer. Lógico que ele irá se tornar o vilão Hemoglobina e irá atrás de Caitlin, que se negou a ajudá-lo.

Enquanto isso, Caitlin tem de lidar com Nevasca, que começa a sumir, pois sente que não tem uma vida, que vive apenas para proteger Catilin, e é Ralph quem a ajuda a conversar com sua hospedeira e ambas entram em um acordo de revezarem por um tempo.

Queria um pouco mais de Cisco, que está bem focado em Kamila, e acredito que até a entrada de Chester possa ser uma forma de substituí-lo mais adiante, pois o ator Carlos Valdes pensa em deixar a série.

Vamos ver o caminho que The Flash seguirá até a Crise nas Infinitas Terras, pois o Monitor apareceu, discutiu com Barry e deixou claro que ele irá desaparecer neste dia, e ele não terá escolha, pois será morrer, ou deixar bilhões morrerem.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.