The Big Bang Theory | 11×06 – The Proton Regeneration

E Wil Wheaton está de volta para tirar Sheldon do sério em The Big Bang Theory. A trama envolvendo Wheaton e Sheldon até que foi interessante, mas quem roubou a cena foi Howard e sua vasectomia, enquanto Bernadette se mostra mais forte perante sua segunda gravidez.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Uma produtora está fazendo um reboot da série do Professor Proton, personagem que motivou Sheldon e Leonard para o lado da ciência e foi legal ver Sheldon interessado em participar desse reboot, o que rendeu um vídeo de teste até engraçado, mas que tirou até Amy do sério.

Ele querendo aulas de interpretação e deixando Penny de lado foi legal, mas o melhor foi vê-lo ir pedir ajuda a Wheaton e o mesmo acaba sendo escolhido para o papel. Parece que vão voltar a explorar a rivalidade dos dois agora que Wheaton interpretará o seu personagem favorito, e deve ficar legal ele enchendo o rapaz de crítica. Foi legal ver mais uma vez a participação do Dr. Arthur, que interpretava Proton, e o mesmo puto por não poder seguir sua vida no além por conta dos sonhos de Sheldon.

Enquanto isso, Howard foi fazer sua vasectomia e foi Raj ficou mais preocupado que Bernadette. Gosto da forma como exploram a amizade tão íntima dos dois, quase fazendo um casal. Vemos então como Howard é mole no pós-operatório e Bernadette precisa dar conta de tudo, até ela também ter de ficar de molho, o que coloca Penny na trama dos dois.

Bonitinho ver Penny tomando conta de Halley, enquanto todos acham que ela não daria conta, mas o melhor foi ver a garotinha da voz forte chamá-la de “mamãe”. Foi legal ver Penny interagindo com eles, gosto muito da forma como as garotas sempre estão mais a frente e até com tramas mais envolventes.

The Big Bang Theory faz um episódio bom, engraçado e segue firme e forte.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.