Supergirl | 3×18 – Shelter from the Storm

Supergirl continua o desenvolvimento de suas tramas e este episódio serviu para colocar Reino em descanso para trabalharem uma forma de desestabilizá-la e até aceito como as coisas aconteceram, já que a vilã ainda não está plena de seus poderes, mas o legal do episódio é que outros dramas acabam sendo bem dosados.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

A forma como Alex corre para cuidar de Ruby na mansão Luthor é muito maternal e mostra como ela está disposta a isso, um dos motivos que ela terminou com Maggie. Da mesma forma temos J’onn cuidado de M’rynn e sua espécie de demência, que tira todas as suas memórias. Gosto da forma como os dramas da série são explorados e ganham uma dimensão incrível para outros momentos.

A conversa de Supergirl e J’onn com M’rynn acaba trazendo a eles uma forma de bater de frente com Reino, que já matou Patricia, mãe de Samantha, e está disposta a destruir Ruby. Os dois acabam apelando para o código de honra da vilã, que tem como mote não matar pessoas inocentes. Sua sede por poder e se tornar completa não deve passar por cima de sua honra e pensar nisso foi um momento importante para Mon-El agir.

Mon-El tem como objetivo corrigir o passado para melhorar o futuro, e ele, ao lado de Brainiac-5 e Imra, acabam vendo que Pestilência não existe e sem ela não há Blight. Tanto que os outros membros da Legião que estavam em animação suspensa chegaram a melhorar. A questão é como a existência de Reino, com Pestilência e Pureza dentro de si, pode interferir no futuro. Mas há outro problema em seu caminho, seu amor por Kara. Imra percebe que Mon-El não ficaria completo e o deixa para trás para ajudar Supergirl e o DEO, mas já espero eles tendo que resolver alguma coisa mais complexa…

Adorei ver Lena e James agindo e como ele a convence a falar sobre sua kryptonita com Supergirl. Só que mesmo com eles resolvendo o problema, o melhor foi ver como Lena ficou irritada com o discurso de Supergirl e já tirou suas conclusões, nos mostrando um diálogo incrível entre Lena e Kara, que não sabe como reagir.

No final do episódio temos uma fanática de Corvill roubando informações sobre as Destruidoras de Mundo e sendo perseguida por outro membro. Parece que Supergirl e o DEO terão mais informações para explorarem as fraquezas de Reino.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.