Saintia Shô #2 | Resenha

A Editora JBC lançou este mês o segundo volume de Saintia Shô e a batalha de Shoko para conquistar sua armadura de Equulus segue forte, ainda mais com o encontro de sua mestre. Enquanto isso, Saori precisa proteger seu corpo da maldade de Éris.

Os traços de Chimaki Kuori são bonitos e interessantes, mas a trama, baseada na história de Masami Kurumada, neste segundo volume não me cativou, soou apressada, mas pelo menos não seguiu a lentidão da história de Kurumada. O problema é que ainda falta uma conexão a estes novos personagens e seus dramas.

Por exemplo, quando Jabu apareceu, já queríamos saber como estaria o cavaleiro de bronze, e foi interessante ver mais um cavaleiro surgindo e se mostrando corrompido. Agora, Mii precisamos de mais esforço para gostar, mas por sorte Shoko é cativante e cheia de energia. Os vilões também começam a aparecer e se mostrarem bem diferentes, como Emoni, que se distância bem de Ate.

O treinamento dela não foi muito aprofundado, vimos sua mestre, que assim como seus discípulos, faltou um aprofundamento, ficar chocada com a força da discípula e já mandá-la de volta.

A questão agora é ver como Éris lidará com todos eles, e seu corpo só não está completo por que Kyoko não se dará por vencida.

Espero pela próxima edição de Saintia Shô, mas confesso que dei uma desanimada com a caminhada da trama. Torcendo para que eu sinta uma mudança na história de Kuori, e que ela fique mais interessante do que neste 2º volume.

FICHA TÉCNICA

Título: Saintia Shô #1
Título Original: Saint Seiya – Saintia Shô #1
Autor: Chimaki Kuori e Masami Kurumada (ideia original)
Editora: JBC
Ano: 2016
Gênero: Ação, Aventura