Prodigal Son | 1×09 – Pied-A-Terre

E na semana seguinte a Lazar colocar Malcolm conta a parede e o FBI colocá-lo de escanteio na investigação, Prodigal Son o coloca em uma situação de conforto maior e em um novo caso da semana, mas tudo sempre voltado ao que sua terapeuta o orienta: ter sexo.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Gabrielle deixa claro para Malcolm que ele precisa voltar a ter uma vida mais saudável, comer melhor, dormir mais e fazer sexo, e isso o deixa mais animado. Até achei que fossem colocar mais ele ao lado de Edrisa, já que gosto da química estranha que rola entre os dois, mas o alvo foi Eve, amiga de sua mãe.

O pior do sexo com Eve, nem foi o sexo em si, mas sim o fato de Malcolm ser tão complexado que ele tem tido visões da garota da caixa implorando para ele a encontrar. O problema é que numa dessas visões a garota fica agressiva e ele começa a revidar e quase dá uma facada em Eve, que implora para ele acordar, e só então ele se dá conta da merda que estava fazendo.

A garota da caixa também assusta Jessica que descobre que a história que Malcolm contou sempre foi real, mas ela e Gil nunca acreditaram no garoto. Após se dar conta de como sua vida foi afetada por Martin, ela resolve que o ex-marido não terá mais sôssego, que realmente acabou para ele.

O caso da semana evolveu uma comunidade sexual e suas regras. Nela a principal era não se apaixonar, mas duas mulheres se apaixonaram por um mesmo rapaz e uma resolveu se vingar de todos e tirar todos os fatores de seu caminho.

Gostei de TJ levar a esposa para um encontro duplo com Malcolm e Eve, é bom vê-los se conectando mais e entendendo os problemas que há entre eles. Da mesma forma, Nico, que teve a mão amputada por Malcolm, voltou e mostrou que a indenização que ganhou o tornou empresário, abrindo uma sex shop.

Prodigal Son segue bem bacana e sigo intrigado nos pesadelos de Malcolm, mas temo por suas lembranças do que fez enquanto esteve com o pai e Lazar na cabana.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.