How to Get Away with Murder | 6×07 – I’m the Murderer

How to Get Away with Murder volta as suas atenções para a governadora Birkhead, mesmo que Annalise arme para que Tegan não continue com o processo de Frank. Enquanto isso, os dramas dos jovens seguem dando foco um por vez…

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Annalise preocupada em chamar a atenção e querendo se manter longe de problemas, resolve que não irá mais seguir com a vingança de Nate, e com isso pede a Frank que assuste Tegan e a faça desistir do processo, só que acaba que Bonnie resolve puxar para si o problema. E no fim do episódio, com Bonnie dando entrada nos papéis, Birkhead fica sabendo e pede para seus homens entrar com tudo para descobrir os podres da advogada.

Gabriel ficou com a primeira cadeira para resolver os dramas de um professor que atirou em um aluno achando que o rapaz fosse fazer um massacre em sala, só que ele errou em portar arma em ambiente escolar, e o rapaz não causaria risco. Asher falou bastante sobre seus sentimentos neste episódio, por conta do desejo suicida do professor, mas no fim eram relações reprimidas que o fizeram agir.

Nessa de falar a verdade, Michaela acaba ficando no meio da briga entre Asher e Gabriel, e ela prefere ficar ainda um tempo sozinha, a continuar nessa disputa.

Só que Connor resolve se abrir também para Oliver e os dois tem um longo papo. E é nesse papo que ficamos preocupados, pois no futuro, como já vimos até aqui, Tegan já está na cena do crime, Asher foi até Bonnie todo ensanguentado, Michaela e Connor estão na delegacia, Nate e Frank estão vendo processos, e agora temos Oliver berrando na delegacia de que ele é um assassino…

Finalmente as coisas caminham, mas ainda demoram a se desenrolar, ansioso para ver a forma como tudo isso irá se conectar. Única coisa boa que How to Get Away with Murder mantém é esse mistério e sua construção, pois alguns dramas seguem faltando tempero.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.