DC’s Legends of Tomorrow | 3×12 – The Curse of the Earth Totem

Agora sabemos que os 6 totens serão mais do que importantes para os desfecho de DC’s Legends of Tomorrow e a destruição de Mallus, o demônio que quer a qualquer custo retornar e usa Damien, Nora e Kuasa a seu favor. Com eles temos o totem da água, que Kuasa usa para modificar o corpo.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Enquanto isso, com as lendas temos os totens do ar com Zari e o do espírito com Amaya e já sabemos agora o paradeiro do da terra. Lá em 1700 vemos as lendas terem de ir de pirata atrás do Barba Negra para saber onde ele enterrou sua amada e o colar verde que a amaldiçoou.

O desenrolar inteiro é meio sem sal, temos até Nora e Damien chegando para pegar o colar e ainda conseguindo pegar o de Amaya, mas Ray acaba dando um tiro em Nora e deixando-a a beira da morte. Como Ray tem um coração enorme, acaba voltando no tempo e dando um antídoto para salvá-la e recuperando os dois totens para si.

Os dramas aqui que foram trabalhados, como Zari e Amaya compreendendo o destino de seus totens, mas os melhores momentos ficaram para Sara e Ava, que finalmente deram um grande passo. A forma como usam Gary de alívio ainda mais cômico que todo o grupo, tem sido delicioso!

Uma parte do episódio foi usado para apresentar a amizade de Rip e Wally West, que após um tempo afastado de seu manto como Kid Flash, acaba precisando retornar aos atos de heroísmos para ajudar as lendas a deterem Mallus. Poderiam ter apresentado os dois juntos de uma forma diferente, e abusaram do humor para isso.

A partir deste ponto espero mesmo que os personagens estejam melhores preparados para Mallus e a busca pelos outros totens ficam mais intensas. Vamos ver como DC’s Legends of Tomorrow irá trabalhar o restante das tramas da temporada.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.