American Horror Story: Cult | 7×06 – Mid-Western Assassin

Tendo sofrido cortes por conta dos últimos acontecimentos em Las Vegas, este episódio de American Horror Story: Cult vem para focar Kai em se tornar o líder que a comunidade precisa e cheio de planos que começam a ter buracos. Única coisa que ainda não me agrada é só deixarem Ally como a “salvadora” da situação…

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Começar já no tiroteio e com Ally sendo pega como provável culpada e não nos mostrando quem inicia tudo foi uma boa sacada da direção, mas quando as peças se encaixam fica faltando algo, mas fica bem claro que Kai pensa em tudo e consegue levar os seus “discípulos” do culto ao seu máximo.

Meadow aqui assume que o ama, por ele a ajudar passar por tantas coisas, e nesse joguete ela acaba sendo a “mulher bomba”. Sua ida até Ally é calculada, mas não acredito que Kai tenha imaginado que as nuances da esposa de Ivy possa colocá-los em risco. O grande problema aqui é que ela agora sabe a identidade de todos do grupo, e mesmo que Meadow tenha atirado em Kai no meio do evento e depois se matado, deixando a arma com Ally, ainda assim é complicado.

Kai queria com tudo isso se tornar um mártir, ressurgir de um atentado e ser idolatrado, e isso deve acontecer inicialmente, mas Ivy agora está em uma situação complicada, pois tem certeza de que Ally sabe sobre ela no culto, e para piorar, qual a sua máscara. Ally e Ivy agora são os elos fracos do grupo.

O pior para Ivy foi ir até a conselheira da cidade bem quando Ally resolve ir alertá-la sobre Kai e seu culto, para então serem encurraladas, só que com Ally apenas presa no banheiro e sendo salva pela esposa, evitando que os outros fossem atrás dela.

No fim das contas o episódio serviria para chocar com o tiroteio, como se pode ver na versão sem censura, e mostrar a mente doentia de Kai, ligando ele a psicopatas grandiosos, com disfunção familiar e cheio de problemas. Queria entender mais onde fica Vin nessa situação.

Passamos da metade da temporada de American Horror Story: Cult e parece que sua trama continuará focada neste horror do lado mais sombrio do homem, onde o ódio e a frieza vem de seus instintos e não de sua mete mais deturpada, apenas de se ver com um líder que lhe faz promessas.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.