Agents of S.H.I.E.L.D. | 4×11 – Wake Up

Trabalhando com realidades distintas, Agents of S.H.I.E.L.D. traz sua dose de Inception para dentro do episódio e faz um trabalho incrível com May. Ming-Na traz o seu melhor para a personagem, nos entregando garra, dor, sofrimento e alívio em cenas cheias de nuances para sua Cavalaria.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

É importante tocar no assunto Cavalaria, pois Aida e Radcliffe retornam a trama ao colocar May em um modo suspenso em que ela revive todo o trauma que lhe foi causado no passado, o que inclusive foi motivo de sua separação de Andrew. Vê-la finalmente conseguindo salvar a menina foi sensacional… Só que antes ela teve altas cenas de ação com Aida e tudo foi tão bem coreografado e encaixado na trama que ficamos empolgados com o que vemos.

Aida e Radcliffe repassam por todos os momentos dos episódios, se mostrando mais complexos e interessantes do que imaginamos. Fitz fica no pé de Aida, querendo entender como as coisas funcionam, o que gera ótimas cenas de ciúmes de Simmons, e é esse ponto que torna as coisas intrigantes, pois o que Fitz faz é compreender a lógica das atitudes de Aida e no fim descobrir os interesses de Radcliffe com Darkhold, não matando assim a trama, mas encaixando-a perfeitamente com os LMDs.

Falando em LMD, ficou claro por Radcliffe que tínhamos um segundo LMD rodando na SHIELD e cheguei a suspeitar de Fitz e até de Jeff Mace, mas quando vemos que o próprio Radcliffe se fez em LMD para se proteger, tudo fica mais claro, só que o melhor é que ele envolve a senadora Nadeer na trama, entregando os passos da SHIELD.

E falando na senadora, ela usa a confiança da SHIELD contra eles mesmo e faz até Talbot entrar no jogo de gato e rato para que a agência seja desmantelada, principalmente por seu envolvimento com os Inumanos. Achei que rolaria de boa a assinatura de Daisy ao Tratado de Sokovia, mas as coisas desandaram lindamente e agora Nadeer tem mais um ponto a seu favor nessa guerra.

Agents of S.H.I.E.L.D. cresceu bastante em suas tramas e está sabendo abordar esse lado de espionagem com muita ação e humor, coisa que sempre foi seu ponto forte.

Fico por aqui, comentem e to be continued