Produtor de Echo comenta sobre o que faz série ser tão diferente das outras produções da Marvel Studios em bate-papo

0
97

Apresentada na série Gavião Arqueiro lá em 2021, a personagem Echo (interpretada pela atriz Alaqua Cox)  ganhou série própria e é a primeira atração da Marvel Studios a estrear no streaming em 2024.

E além de ser focada em uma personagem nativo-americana, a atração ainda será a primeira a sair pelo selo Marvel Spotlight, com todos os episódios liberados de uma vez, e ainda tanto no Disney+ (com controle parental) e no Star+.

Série focada na personagem Echo ganha data de estreia e terá todos os episódios liberados de uma vez

E o ArrobaNerd foi convidado pela Disney para o dia de imprensa da atração, onde participamos da coletiva de imprensa junto com os produtores e atores do seriado.

O seriado vai acompanhar a história de origem de Echo, onde veremos que Maya Lopez vai precisar encarrar seu passado, se reconectar com suas raízes nativa-americana e abraçar o significado de família e comunidade se ela tiver esperanças de seguir em frente.

Série focada na personagem Echo ganha primeiro trailer brutal e nova data de estreia

Assim, Brad Winderbaum, um dos produtores executivos da série e o chefe de steaming da Marvel Studios para TV e Animação comenta sobre a atração, o que faz o seriado ser tão diferente e o que os fãs podem esperar de Echo.

Sobre Echo, Winderbaum comenta: “Bem, acho que a Marvel está no seu melhor quando os contadores de histórias focam em personagens e deixam o personagem conduzir a dança, conduzir a viagem. E nós sabíamos que, assim que escolhemos a Alaqua [Cox] para o papel em Gavião Arqueiro e vimos o que ela fazia em tela, que ela seria uma personagem incrível para seguir sua jornada.”

“Echo é uma série mais adulta.” afirma ele. “Ao acompanharmos essa personagem foi criado um tom. Criou-se um tom mais corajoso e ousado, uma história mais pé no chão para a audiência. E acabou por ter um tom mais adulto.” diz o produtor.

“É uma série com classificação etária alta, mas não vimos como um seriado assim e sim quisemos fazer o seriado sobre a Maya Lopez. E essa é uma personagem com um passado violento, que lidou com traumas bem reais, e que tomou decisões realmente difíceis, e ultimamente precisou confrontar pessoas que ela ama para crescer e evoluir.” completa.

E sobre onde Echo se encaixa no tipo de história que o MCU e a Marvel Studios quer contar, principalmente no streaming, foi um dos desafios para Winderbaum e sua equipe.

Alaqua Cox em cena de Echo da Marvel Studios para o Disney+ e Star+.
Foto: Photo by Chuck Zlotnick. ©Marvel Studios 2023. All Rights Reserved.

O produtor comenta: “A Marvel é um grande, e vasto Universo. (…) e ainda existem muitos cantos que ainda não foram explorados.”

Ele conclui: “Maya nos permitiu ver um canto do MCU que ainda não tinha sido visto ainda. E para mim esse que é o futuro da Marvel. É ser capaz de contar histórias que são inesperadas. Que acontecem no limiar do universo que nós já vimos antes. E que são história isoladas. Focadas em personagem. E que tenham personalidades únicas e próprias.”

Winderbaum ainda finaliza dizendo que para ele, Echo marca um novo capítulo na Marvel Studios e no streaming.

“Bem, de certa forma Echo marca um novo capítulo para o estúdio. É um novo tom para nós e realmente é uma jornada mais pé no chão e emocional. E não é só para a audiência, para nós atrás das câmeras também.” completa o executivo.

Completam o elenco os atores Vincent D’Onofrio, de volta como Wilson Fisk o Rei do Crime, Chaske Spencer (Wild Indian), Tantoo Cardinal (Killers of the Flower Moon), Devery Jacobs (Reservation Dogs), Cody Lightning (Hey, Viktor!), Graham Greene (1883) e Zahn McClarnon (Dark Winds).

Echo chega em 10 de janeiro no Disney+ e no Star+.

Try Apple TV

Deixe uma resposta