Dog – A Aventura de Uma Vida | Crítica: Mais um filme de cachorro?

Channing Tatum voltou com força em Hollywood depois de uma pausa, acho que de o que? Uns 5 anos. E com Dog – A Aventura de Uma Vida (Dog, 2022), o ator emplaca seu segundo filme no semestre juntamente com Cidade Perdida ao lado de Sandra Bullock.

E aqui, Tatum entrega, por incrível que pareça, uma atuação muito melhor e mais interessante do que no filme de ação do outro estúdio. E nesse retorno, Tatum diz: por que não termos mais um filme de cachorro? Mas será que precisávamos de mais um filme com essa temática? 

Ai vai de você querido leitor. Eu particularmente não sou nada fã de filmes assim, mas confesso que com Dog – A Aventura de Uma Vida dei algumas boas gargalhadas e achei o tipo de longa que mescla momentos dramáticos com alguns mais cômicos de uma forma bem balanceada. É uma aventura de uma vida? Não. Mas acho que Dog – A Aventura de Uma Vida entrega aquilo que promete, sem pretensões de ser mais ou menos do que é.

dog
Foto: HILARY BRONWYN GAYLE/MGM

Além de estrelar, Tatum também faz sua estreia na direção ao lado de Reid Carolin que também cuidou do roteiro, onde a dupla repete a parceria depois de trabalharem em Magic Mike (2012) e Logan Lucky: Roubo em Família (2017). Tatum é o próximo diretor a levar o Oscar ? Não. Mas acho que dá para tirarmos algumas lições interessantes aqui. A maior delas é que o ator consegue transmitir uma genuína afeição pela cachorra endemoniada, uma pastor belga chamada Lulu ao dar vida para o seu personagem, o soldado do exército Jackson Briggs, no longa.

Aqui ambos são baseados em figuras reais vistas em um documentário chamado War Dog: A Soldier’s Best Friend (com produção de Tatum). Assim, é primordial para a dinâmica do longa que Tatum esteja confortável no papel, afinal, seu personagem e a da cachorro, sofrem por conta dos resquícios de ambientes de guerra e precisam lidar com seus estresses pós-traumático. Claro, cada um de sua maneira. E isso que faz a trama desenrolar.

Para cair nas graças do seu superior e tentar voltar para uma nova missão, Briggs tem a missão de levar Lulu para ser sacrificada em uma base militar do outro lado do país, afinal, seu comportamento agressivo a faz não ter mais espaço no exército. E essa viagem de carro pelo interior dos EUA, servirá para mostrar também que o soldado precisa lidar com suas próprias questões, que por conta de problemas psicológicos causados por suas viagens para campos de guerra, ele não pode também mais embarcar em novas missões. 

Por mais “panfletário” que possa parecer visto por quem não vive essa realidade, e de um país fora dos EUA, Dog – A Aventura De Uma Vida tenta passar uma mensagem universal, mesmo que definitivamente fale com um público muito específico, o americano. Particularmente acho que o filme entrega passagens que realmente soam como uma propaganda de que as coisas podem ficar bem no final, mesmo que também possam ficarem antes bem ruins, para essas pessoas que o filme quer falar. 

E o carisma de Tatum talvez seja primordial para fazer com que o longa dê certo de uma maneira ou de outra, principalmente durante as cenas mais cômicas, quando Briggs (fingindo ser um homem cego) e a cachorra se hospedam em um quarto em um hotel de luxo só para tentarem realizar o sonho de Lulu (que foi descoberto por uma vidente! Sim, eu sei como isso pode soar para você que lê esse texto). Ou quando o soldado e o cachorro assistem um episódio de uma série médica no meio do nada depois que o carro deles quebra no meio da estrada.

São esses momentos que unem essas duas figuras que são iguais em muitos aspectos que deixam o longa com um ar mais interessante de se acompanhar principalmente com as cenas que envolvem passagens do interior dos EUA e que são muito aproveitadas, sejam as florestas, ou os desertos. 

No final, Dog – A Aventura de Uma Vida entrega boas passagens que fazem da produção um interessante filme road trip feito para os amantes do gênero e de cachorros, onde no final, acaba por ser um sobre essa relação curiosa entre humanos e animais.

Avaliação: 3 de 5.

Dog – A Aventura de Uma Vida chega em 19 de maio nos cinemas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.