Bilheteria | Minions 2: A Origem de Gru faz a melhor abertura do ano no Brasil para uma animação

A única banana que rondou a semana nos cinemas nacionais não foram aquelas que o Minions comem e sim, a banana que a Universal Pictures e a Ilumination deram para os concorrentes com a estreia de Minions 2: A Origem de Gru.

O longa abriu em número 1 no Brasil no período de 30 de junho até 3 de julho e terminou a hegemonia de Top Gun: Maverick (Paramount Pictures) nas salas de cinema nacionais. Fez o que Lightyear da Disney tentou e não conseguiu: abrir com ótimos números no país.


Com R$ 16, 64 milhões de reais, Minions 2: A Origem de Gru é a melhor abertura do ano no Brasil para uma animação e a 5ª melhor estreia no ano, atrás apenas de Doutor Estranho No Multiverso da Loucura (Disney), Batman (Warner), Jurassic World: Domínio (Universal) e Animais Fantásticos: Os Segredos de Dumbledore (Warner).

Levou mais de 795 mil pessoas para as salas de cinema no primeiro final de semana.

Em segundo lugar na bilheteria, temos o longa Top: Gun Maverick (Paramount) que deve continuar sua jornada nos cinemas por um bom tempo, afinal, o Paramount+ não parece ser tão bem uma prioridade para a Paramount (a ex-ViacomCBS) por aqui. Fez novos R$ 4,75 milhões de reais e levou novas 191 mil pessoas para os cinemas nacionais. No total Top: Gun Maverick, já faturou mais de R$ 95 milhões de reais e já levou mais de 4 milhões de pessoas para os cinemas.

O terceiro longa de ação da franquia Jurassic World (Universal Pictures) fez novos R$ 3, 12 milhões no período e levou novas 147 mil pessoas aos cinemas. No total Jurassic World: Domínio já arrecadou R$ 71, 61 milhões por aqui e levou 3,6 milhões de pessoas aos cinemas.

A animação Lightyear (Disney) ultrapassou 1 milhão de espectadores no Brasil e já faturou R$ 22,63 milhões por aqui no total. No período levou 85 mil pessoas e fez novos R$ 1,76 milhões.

Em quinto lugar, o indie Tudo Em Todo O Lugar Ao Mesmo Tempo (Diamond) continua a ir bem na bilheteira nacional. Imagino o quão melhor poderia ter ido se tivesse aproveitado o hype com o lançamento americano, mas não vamos saber com certeza. Fez novos R$ 621 mil e levou novas 26 mil pessoas. No total, o longa estrelado por Michelle Yeoh se encaminha para a faixa de 100 mil espectadores e faturou R$ 2 milhões para o estúdio.

O mês de julho inicia com Thor: Amor e Trovão (Disney) que chega na primeira semana do mês, seguido de Elvis (Warner), O Telefone Preto (Universal) e depois outra animação DC Liga de Super Pets.

O próximo filme de super-herói que desembarca nos cinemas fica com Adão Negro (Warner) em Outubro.

Fonte: ComScore International Box Office Essentials™ 

Deixe um comentário