Reviews Séries & TV 

Batwoman | 1×13-14 – Drink Me / Grinning from Ear to Ear

As consequências da Crise nas Infinitas Terras serão sentidas para sempre, principalmente no relacionamento de Alice e Kate, mas finalmente deixamos ela para trás para forcarmos em outros personagens e desenvolver outras tramas de Batwoman. Jacob e Mary continuam crescendo, mas quero ver como será que Luke lidará com a reabertura do caso da morte de seu pai.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

O mais importante destes dois episódios foram as apresentações das vilãs. Em uma temos Nocturna, uma mulher portadora de uma doença chamada porfiria, que a proíbe de tomar sol, além de precisar de transfusão de sangue para sobreviver, o que a faz conquistar, drenar e usar o sangue de suas vítimas. A outra é uma garota, Duela Dent, que passou por cirurgia plástica e não gostou de como o rosto ficou, e acaba indo atrás de outras mulheres que modificaram sua aparência em busca de tirar isso de seus rostos. Ah! Ela é sobrinha de Harvey Dent, o Duas Caras…

Alice tem um bom desenvolvimento nos dois episódios, seja no primeiro em que precisa lidar com Kate e fazê-la sentir como é ser a segunda opção ao jogar Kate para cima de Nocturna, e seus pensamentos sobre como ela está se deixando levar pelos sentimentos. Alice sabe que precisa encontrar Mouse, o que a faz ir atrás de Dr. Campbell ao descobrir que ele tem um segredo.

Fato é que Alice finalmente chegou até Cartwright, pai de Mouse e seu torturador. Não sei como ela irá lidar com ele na sua frente, mas sabemos que Mouse corre risco e ele tomando a toxina do medo, nos remete ao Espantalho… Tomara que se conclua essa ideia.

A série é praticamente um levante a Alice, principalmente pelo talento de Rachel Skarsten. Kate tem alguns problemas, precisa lidar com os sentimentos por Sophie, seja como ela mesma, seja como Batwoman, ainda mais que pode colocar ela em risco. Além disso, Mary sabe que ela é a Batwoman e já cobra que ela precisa confiar nela, sem comentar que sabe seu segredo.

E por fim temos Jacob sendo colocado contra a parede pelo homem que o salvou na parede. Este homem é Reggie, que está condenado por ter matado Lucius Fox, só que ele diz que precisa que ele reabra o caso, pois ele não é o assassino, ele só foi pego por ser negro. Nisso Jacob começa a achar um monte de inconsistência no caso e precisará da ajuda de Sophie para desvendar até onde a The Crows está envolvida.

Vamos ver se finalmente Batwoman entra nos eixos de suas tramas.

Postagens relacionadas