CCXP 2019 | Warner Bros faz painel fantabuloso de Aves de Rapina e apresenta 5 minutos do longa!

A Warner Bros começou deu o start nos painéis na noite de quinta-feira na CCXP 2019, e não poderia começar o evento da melhor maneira possível.

Com o elenco inteiro de Aves de Rapina, o estúdio fez um painel fantabuloso assim por dizer.

Juntamente com o elenco que passou bons minutos sentindo a presença e o calor dos fãs brasileiros, a Warner Bros fez um painel que deverá ser lembrado.

Junto com a diretora Cathy Yan, tivemos Margot RobbieElizabeth Wintead, Jurnee Smollett-Bell, Ella Jay Basco e Rosie Perez  no palco para falarem de suas personagens no longa Arlequina, Canário Negro, Caçadora, Cassandra Cain e Renne Montoya, respectivamente.

As atrizes já pegaram o auditório do cinemark aquecido, a Warner levou cosplayers de Arlequina no palco. A “apresentadora” do esquenta era vista na feira e não saiu da personagem em nenhum momento.

Mas o painel foi bastante interessante pelo fato que Margot Robbie, mesmo assumindo um certo posicionamento de liderança, deu espaço para as colegas (e suas personagens não tão conhecidas) de brilhar e interagir com o público.

Por exemplo, Rosie Perez que interpreta a detetive Renee Montoya (e que não tem super poderes!) afirmou “Renee é bastante inteligente. Na verdade ela é mais inteligente que muito de seus colegas homens. Ela é bem bad-ass, e não leva desaforo para casa”.

Jurnee Smollett-Bell que interpreta a Canário Negro contou um pouco das origens de sua versão para a personagem, que teve bastante cenas de ação (vistas no segundo trailer que não foi liberado on-line) e exibiu seu super poder: um grito super-sônico. Assim, parece que a personagem realmente será uma meta-humana no filme.

Ficou claro que a Canário Negro irá trabalhar no clube do personagem de Ewan McGregor, o vilão Máscara Negra, que aparece com sua máscara no segundo trailer pela primeira vez.

Falando em trailer e cenas, a Warner Bros exibiu cinco minutos do filme, o que eles comentaram ser a cena de abertura. Pode ser pouco tempo em termos de duração, mas explicou bastante onde Aves de Rapina se situa na cronologia apresentada aqui nos filmes da DC.

Confira a descrição:

O filme começa com a Arlequina sendo expulsa da casa do Coringa. Ela arruma um novo lugar só para ela, e na medida que vemos a personagem contando sobre o fim da relação, vemos várias cenas que mostram a personagem enchendo a cara, comendo besteiras, vendo tv e tentando superar o término do relacionamento abusivo.

Segundo a personagem ela arranja um novo amor e somos apresentados para uma hilária cena em que a personagem encontra suas hienas. As cenas mostram uma Gotham City colorida, cheia de luzes, com um visual bem interessante e diferente do que vimos em Esquadrão Suicida. Vemos Arlequina tentando novas amizades, onde ela encontra trabalho como garçonete, mas sofre com as fofocas das outras mulheres sobre o fim do seu relacionamento.

A sequência continua com ela bêbada andando por Gotham, tem ela tem uma idéia de finalmente superar o término com o Coringa. Arlequina resolve explodir a Química Ace, rouba um caminhão, e avança no prédio. A sequência usa cenas de flashbacks de quando o Coringa jogou ela no tanque. Jared Leto não aparece nessa parte.

No final, o prédio explode e Arlequina fala que não é a única mulher em Gotham tentando uma emancipação. O teaser acaba e mostra cenas das outras personagens.

Margot Robbie afirmou que aceitou fazer o projeto pois “não estava pronta para se despedir da personagem”

Já diretora Cathy Yan afirmou que o longa é uma “história inspiradora” e que “está agradecida por ter feito parte do projeto.”

Nenhuma das cenas exibidas foi liberada on-line. Procurada a Warner Bros falou que o material foi especial da CCXP.

A campanha de marketing do filme continua, e o longa ganhou uma sequência de cartazes individuais.

Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem

Aves de Rapina – Arlequina e sua Emancipação Fabulosa no Brasil, e tem previsão de estreia para Fevereiro de 2020.

Miguel Morales

Sempre posso ser visto lá no Twitter falando sobre o que acontece na TV aberta, nas séries, no cinema e claro outras besteiras. Uso chapéu branco e grito It's Handled! Me segue lá: twitter.com/mpmorales