Dr. Slump #2 | Resenha

E se o volume inicial já era divertido, o segundo mantém bem o ritmo, e ritmo Dr. Slump tem, mas vem a 220km/h. A obra de Akira Toriyama é uma verdadeira insanidade com direito a uma piada em cima da outra e uns cocozinhos para alegrar Arale e seus amigos.

O mais gostoso de acompanhar Dr. Slump é a inocência de Arale, somada a sua força. Cada atrapalhada que ela se mete é sem noção total, como o seu sequestro e a forma como ela e Gatchan acabam deixando-o traumatizado, tanto que quando ele volta ele tenta se entregar, mas a polícia não aceita.

Aos poucos todos os personagens ganham destaque, como Taro e sua viagem até os céus e como são expulsos, ou o pai de Obotchaman. Akane tem momentos divertidíssimos, mas é Senbei quem sempre rouba cena querendo perder sua inocência com suas inúmeras experiências.

Só que é Bubibinman que rouba a cena neste volume ao ver que os humanos não são tão fracos, principalmente no mundo de Dr. Slump, e mostrando que sua fraqueza são comidas, em seu caso, ele é uma mosca, então são as bostas…

As invenções de Senbei também são algo a parte aqui e movimenta de forma excelente as tramas, dando um contexto divertido a tudo. A máquina que transforma o que se põe dentro com água em realidade é excelente, ou a que converte objetos naquilo que você mandar.

Toriyama mostra que domina seus personagens e manda bem em suas histórias. Essa edição da Panini Comics se mantém excelente, segue o mesmo padrão de Dragon Ball e o mesmo formato é seguido por outra obra de Toriyama, Jaco, o Patrulheiro Galáctico.

FICHA TÉCNICA

Título: Dr. Slump #2
Título: Dokutā Suranpu #2
Autor:
 Akira Toriyama
Editora: Panini Comics – Planet Manga
Ano: 2017
Gênero: Ação, Aventura
Páginas: 192
Formato: 19,8 x 13,4 x 1,4 cm
ISBN: 978-85-426-0826-7

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.