The Walking Dead | 7×09 – Rock in the Road

E depois do hiato de fim de ano The Walking Dead está de volta… Não sei se comemoro ou se me arrependo de continuar dando chance a série. Já gostei demais dos dramas e medos de Rick e companhia, mas ultimamente a série tem se mostrado repetitiva e a forma como os produtores trabalham no prolongamento de suas histórias e os planos gigantescos tem me incomodado demais. As vezes um episódio traz grandes momentos de simplesmente NADA.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Logo no início do episódio já colocam Rick discutindo com Gregory sobre o envolvimento de Hilltop com Alexandria para irem destruir os Salvadores. sabemos a decisão de Gregory em não ir a favor deles, mas Enid convence os habitantes a irem contra a decisão. Até Jesus resolve contribuir e os leva até Kingdom.

Em Kingdom eles conversam com o Rei Ezekiel. A conversa também é cheia de nuances e ele deixa mais a população pensar, até mesmo Morgan entende mais a situação, principalmente sabendo das mortes de Abraham, Spencer e Glenn e como Daryl foi pego e torturado por eles.

Cheio de pequenos detalhes, mas com excessos de longos planos, o episódio mostrou como Carol tem vivido, só que o momento mais importante pode ter ficado com Padre Gabriel, que depois de roubar o estoque de Alexandria, saiu de carro e parece que não foi sozinho…

A questão é que Rick e seu grupo acabam encurralados em um lixão e mesmo com a quantidade de gente que aparece lhes apontando armas, ele termina com um sorriso, o que nos abre possibilidades. A minha é que Gabriel é quem conseguiu aquela equipe, trazendo esperança a Rick.

The Walking Dead está se levando tão a sério e faz episódios buscando prêmios, onde parecer tão grandiosa traz qualidade, o que não tem sido o caso, ao menos no roteiro.

Fico por aqui, comentem e to be continued