The Big Bang Theory | 10×15 – The Locomotion Reverberation

The Big Bang Theory trouxe um episódio interessante ao mostrar a necessidade de Sheldon na equipe, mesmo que para isso ele tenha atrapalhado Howard e Leonard. A questão é que todos tem seu ponto e precisam mostrar a que veio, e Sheldon é a mente que nunca dorme.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Ri com ele falando sobre diminuir ainda mais o sistema que eles estão desenvolvendo, enquanto Howard e Leonard só querem terminar o que já estão produzindo. O problema é que conseguem afastar Sheldon, mas não apagam o quadro dele e Coronel Williams acaba vendo e querendo essa miniaturização.

Para afastar Sheldon até Amy entendeu o jogo baixo: uma viagem de trem com direito a ele ser o maquinista e vários outros cursos. Ver Sheldon maníaco com a situação foi hilário, assim como ele aprendendo tudo sobre motor de trem, mesmo que não saiba a engenharia, o que obriga a Howard a lhe corrigir. Retorno fácil dele a equipe, com direito a piadinha com Charlie Brown.

A questão é que a viagem ainda acontecerá e quero muito assistir, só que disso, o melhor momento foi a sensualização de Sheldon para Amy, com direito a muito suor, força e água… Lógico que foi um sonho dela, mas aceleram as coisas em sua intimidade.

O outro ponto foi Bernadette e Penny conversando sobre desejos, filhos e família. Bernadette fala sobre as dificuldades de criar uma criança, enquanto Penny deseja isso, mas é Amy falando que tão cedo terá algo assim com Sheldon que deixou as coisas mais intensas.

Stuart e Raj salvando Bernadette também foi legal, deu para rir bastante das situações, e principalmente do choro da criança. The Big Bang Theory está mandando bem em algumas tramas, mesmo com altos e baixos.

Fico por aqui, comentem e to be continued