Sesc será tomado por muito barulho, aventuras e confusões

Em clima de férias escolares, entre 18 e 24 de julho, o CineSesc apresenta uma mostra ideal para juntar a família e diferentes gerações de cinéfilos: “Noites do Barulho”.

Serão seis títulos clássicos dos anos 80, em sessões dubladas e gratuitas: E.T.: O Extraterrestre, Os Goonies, Gremlins, Labirinto – A Magia do Tempo, Os Caça-Fantasmas e De Volta Para o Futuro.

A maratona começa com o clássico dos clássicos para quem cresceu nos anos 80: E.T.: O Extraterrestre (1982). Um dos filmes mais populares de todos os tempos, consolidou a carreira de Steven Spielberg e a cena da bicicleta está impregnada na memória de todos que a viram.

Em seguida é a vez de Os Goonies (1985), uma aventura entre amigos que é a cara das sessões de cinema nas tardes da TV. Também é o caso de Gremlins (1988), um filme ao mesmo tempo divertido e assustador, onde uma criaturinha fofa é capaz de dar vida a monstrinhos terríveis e incontroláveis.

Também veremos Labirinto – A Magia do Tempo (1986) que marcou o coração de quem via TV aberta nos anos 80, e ainda traz o mito David Bowie em um de seus melhores papéis no cinema. No domingo é o dia de viajar no DeLorean, em De Volta Para o Futuro, onde, depois de uma confusão, Marty usa sem querer a invenção do doutor e acaba voltando no tempo, para o dia 05 de novembro de 1955.

Por fim, Os Caça-Fantasmas (1984) encerram essa rápida e divertida maratona, com o quarteto de exterminadores de fantasmas (e a ajuda mais que especial do Geleia) defendendo Nova York de forças obscuras.

Todos os filmes das “Noites do Barulho” têm início às 19h, são dublados, livres para todas as idades e gratuitos. Os ingressos que começam a ser distribuídos uma hora e trinta antes da sessão para credenciados Sesc e uma hora antes para o público geral.

Confira a programação completa aqui.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.