4 motivos para assistir a comédia Superstore!

Se você for órfão de The Office, amava Parks and Recreation, ou ainda chorou (mesmo que por poucos dias!) com o cancelamento de Brooklyn 99, Superstore é para você!

Com o selo da NBC de comédia, o seriado não é muito conhecido no Brasil, onde a Warner Channel transmite a produção aqui, durante a semana, no horário do almoço, mas garantimos que serão os 20 minutos mais divertidos, e despretensiosos que você irá passar.

Criada por Justin Spitzer, de The Office, Superstore acompanha um grupo de funcionários de uma megaloja chamada Cloud 9, sabe daquelas que vende tudo? Então, igualzinha aquela que você pensa, com Mart no final.

Assim, com a estreia da nova temporada na Warner Channel em junho, separamos 4 motivos para você dar uma chance para a comédia!

1. Os personagens!

America Ferrera and Ben Feldman in Superstore (2015)
SuperStore – 1×07 – Color Wars | Foto: NBC

Os personagens em si já são um ótimo motivo para dar uma chance para o episódio piloto, a série está no ar desde de 2015, e a quarta temporada estreia agora no canal.

Liderados pela talentosa America Ferrera, como a líder dos funcionários Amy, Superstore se garante já na sua dupla de protagonistas. A série começa quando um novo funcionário Jonah (Ben Feldman), começa a trabalhar na Cloud 9 e percebe que essa loja não é um local de trabalho qualquer.

Assim, durante as primeiras temporadas, essa “comédia de escritório” trabalha a famosa relação “Será que eles vão ficar juntos?” dos dois, o que garante boas, hilárias, e às vezes constrangedoras, situações.

Completam o elenco ainda, a gerente e chefe de segurança, a durona Dina (Lauren Ash), o gerente-geral, o atrapalhado Gleen (Mark McKinney), e ainda, os funcionários-atendentes, a espalhafatosa Cheyenne (Nichole Bloom), o competitivo Mateo (Nico Santos), e ainda, o divertido anunciante de promoções Garret (Colton Dunn).

A loja, claro, tem um monte de outros personagens, com menos destaques, mas que ajudam a compôr o quadro de funcionários do local, sejam eles da loja ou da matriz.

Resultado de imagem para super store gifs

O mais bacana que no grupo principal da série, todos tem suas oportunidades de desenvolver suas sub-tramas, onde Superstore ao longo das temporadas sabe bem dosar as histórias durante seus episódios, 11 na primeira temporada, e depois 22, nas próximas.

2. Representatividade importa!

Superstore – 1×06 – Secret Shopper | Foto: NBC

Superstore tem um elenco mega diverso, onde a série usa seus atores para dar tramas especificas para seus personagens que representam diversos tipos da nossa sociedade. Temos Amy e Mateo com descendência latina e Jonah que acaba por ser a representação do homem-branco-com privilégios.

Imagem relacionada

Garret, por ser cadeirante ainda tem episódios focados nas dificuldades por conta disso. Já Mateo, também representa a comunidade LGBT; Glenn tem como foco sua religiosidade, e ainda Superstore conta com a personagem da funcionária senior Myrtle (Linda Porter). Ou seja, Superstore trabalha com diversas histórias que fazem a identificação com os personagens ficarem mais reais.

3. Os hilários episódios temáticos

Mark McKinney, America Ferrera, Ben Feldman, Colton Dunn, Lauren Ash, Nichole Bloom, and Nico Santos in Superstore (2015)
Superstore 2×06 – Halloween Theft | Foto: NBC

Superstore ao longo das suas temporadas entregou diversos episódios temáticos. Os destaques ficam para o sexto episódio da segunda temporada chamado de Halloween Theft, onde os funcionários se fantasiam e atendem os clientes, e ainda o 3×05 – Sal’s Dead, onde em pleno Halloween, os funcionários acham que um colega que morreu, faz parte da decoração da loja no Dia das Bruxas!

Em 2016, a série ainda teve um episódio temático para comemorar as Olimpíadas, o especial 2×00 – Olympics, onde os funcionários organizam ações dentro da loja para comemorar o evento esportivo. O episódio conta com várias participações de esportistas famosos como Tara Lipinski, Apolo Ohno, e McKayla Maroney.

Resultado de imagem para super store gifs

Superstore ainda tem episódios temáticos de Dia de Ação de Graças (2×10 – Black Friday), Dias dos Namorados (2×14 – Valentine’s Day), Natal e feriados do final de ano (3×07 – Christmas Eve). E ainda, a série conta com o hilário episódio, onde os funcionários se reunem para assistir ao Globo de Ouro (3×09 – Golden Globes Party).

Na quarta temporada, que chega em junho no Warner Channel, teremos também, episódios especiais de Páscoa (4×16 – Easter), e um que irá celebrar uma festa de Quinceañera (4×17 – Quinceañera), o nosso Baile de Debutantes.

4. As discussões de temas importantes

Kerri Kenney, Mark McKinney, Shelley Robertson, and Lauren Ash in Superstore (2015)
SuperStore – 3×20 – Gender Reveal | Foto: NBC

Superstore além de ter um humor muito rápido, e com inúmeras referências para a cultura pop de forma geral, ainda tem tempo para gerar discussões importantes sobre temas e problemas presentes na sociedade atual.

Na segunda temporada, temos os personagens falando em criar um sindicato para a Cloud9, onde eles até entram em greve em 2×01 – Strike, e ainda adoção e barriga de aluguel com os episódios da terceira temporada.

Imagem relacionada

Os roteiros da série, ainda tentam explicar de uma forma bem simples, questões sobre as eleições e o processo de votação em 2×08 – Election Day, e ainda falar sobre licença maternidade (1×11 – Labor), esteriótipos e relações no local de trabalho (1×03 – Shots and Salsa e 3×04 – Workplace Bullying), casamento de pessoas do mesmo sexo (1×08 – Wedding Day Sale), controle de armas (2×03 – Guns, Pills and Birds), e claro, imigração, um assunto que foi bem mais presente na terceira temporada.

Superstore chega com novos episódios na Warner Channel em 13 de junho, às 13h.

Miguel Morales

Sempre posso ser visto lá no Twitter falando sobre o que acontece na TV aberta, nas séries, no cinema e claro outras besteiras. Uso chapéu branco e grito It's Handled! Me segue lá: twitter.com/mpmorales