Jump Force une o mundo real ao mundo dos animes

O produtor Koji Nakajima em uma entrevista ao Bahamut, explicou a razão da cidade no trailer do jogo Jump Force parecer tão realista em contraste com os personagens, além de falar um pouco mais sobre a história por trás do jogo.

Ele cita que tudo começou há três anos com o seu desejo de criar um game para celebrar os 50 anos da Weekly Shonen Jump. A revista é uma das mais vendidas no Japão e é focada em mangás, sendo que sua primeira publicação foi em 1968. Entre alguns títulos publicados na revista estão Bleach, Death Note, Dragon Ball, Naruto, One Piece, Toriko, Yu-Gi-Oh!, Shaman King, Hunter × Hunter, Yu Yu Hakusho

A história de fundo do jogo retrata a nossa realidade colidindo com o universo dos mangás e se passa na cidade de Nova York onde diversos personagens icônicos de vários mangas e animes vão dar as caras. Entretanto, Nakajima revelou que alguns personagens apesar de aparecerem no jogo, não serão jogáveis e cita o exemplo do Ryuk, de Death Note, já que bastaria ele escrever o nome das pessoas para que estas morressem.

Nakajima também revelou que o jogo já está 60% finalizado e que a versão demo disponível durante a E3 2018 estava com a inteligência artificial dos inimigos configurada para uma experiência mais amena.

Jump Force chegará em 2019 para PlayStation 4, Xbox One e PC.

Erick Cartman

Um cara comum que passa seu tempo livre conferindo animes, filmes, games, kdramas, séries, livros e HQ's distópicas