Girls | 6×03 – American Bitch

A última temporada de Girls segue daquele jeito maravilhoso e bem Girls de ser, que só a série consegue fazer!

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Como falamos nas outras reviews sempre rola um episódio solo com a Lena Dunham sozinha com um personagem avulso e um ator conhecido do público. O episódio dessa sexta e última temporada que acontece isso é este 6×03! Conhecemos Chuck Palmer (um Matthew Rhys bem transtornado) um escritor famoso e de sucesso com vários livros publicados que mora em um casa grande em Nova York. Mas o problema é que ele acaba sendo acusado por algumas estudantes de assédio sexual e Hannah fez um texto falando sobre o ocorrido. Palmer chama nossa escritora favorita para sua casa para bater um papo. Assim temos o episódio focado em Hannah.

Um episódio cheio de monólogos, com uma discussão importante sobre o que ronda a internet nos dias de hoje, onde todo mundo é carrasco e executor. As meninas falaram e acusaram o escritor e a história tem circulado com uma grande velocidade online e agora ele quer dar sua versão dos fatos, insistindo que não aconteceu nada e foi tudo consensual. Assim, Hannah e Palmer conversam, e Hannah acaba se abrindo para ele sobre a história de ter recebido uma massagem nas costas de um professor no ensino fundamental e como aquilo a marcou. Mesmo quando o problema envolve os outros, e terceiros, Hannah acaba por se envolver e trazer o problema para ela. Clássico Hannah.

Assim ao criarem um rápido vinculo os dois deitam na cama e você espera algum momento de reflexão e o escritor tira seu pênis das calças e coloca na perna da personagem. Uou HBO jogada ousada. Claro que o membro é uma prótese que o ator usou, mas a cena é tocante, triste e engraçada para não se dizer bizarra tudo a mesmo. Hannah toca no membro dele e eles ficam se olhando de um jeito “O que aconteceu aqui?”.

E o episódio termina com Hannah e Palmer vendo a filha dele tocando uma música de Rihanna, “Desperado” e a gente entende todo o conflito entre os dois e como o ser humano é um ser complexo. Outro episódio que Lena Dunham tenta criar um momento de reflexão sobre o que é ser mulher nesses tempos e o que mulheres heterossexuais passam na vida sendo as vezes subjugadas e as vezes tentando se empoderar a medida que sempre tentam se descobrir. Com essa nova experiência como Hannah transmitir isso em seus textos? E em sua vida? Precisamos dos próximos episódios para saber.

A última temporada de Girls está disponível no aplicativo da HBO GO BR logo após sua exibição aos Domingos na HBO.

Miguel Morales

Sempre posso ser visto lá no Twitter falando sobre o que acontece na TV aberta, nas séries, no cinema e claro outras besteiras. Uso chapéu branco e grito It's Handled! Me segue lá: twitter.com/mpmorales