No Brasil para divulgar Creed II, Tessa Thompson comenta motivações de Bianca na sequência!

Sequência de um grande filme à caminho e a Warner Bros apostou grande e trouxe para o Brasil, o trio principal de Creed II, para participar do painel do estúdio na CCXP 2018.

A caminho de um dos hotéis mais luxuosos de São Paulo, olho minhas anotações e lembro de tudo que os atores falaram no dia anterior, lá no barulhento auditório do evento. Michael B. Jordan, Tessa Thompson (de surpresa!) e Florian Munteanu estiveram no país para divulgar a sequência do filme de 2015, Creed: Nascido Para Lutar e o Arroba Nerd foi convidado para bater um papo com o trio, no formato de round table, um tipo de entrevista com os atores, onde temos vários jornalistas que se revezam para fazer perguntas juntos.

Para esse que os escreve, o formato é sempre uma surpresa, afinal, nunca sabemos com quem vamos cair e como os talentos irão reagir com tantas pessoas atrás de uma pauta. Mas, parti pronto para nocautear essa oportunidade.

Encontramos com eles em várias etapas, e já logo de manhã, o cheiro da expectativa pairava no ambiente na cobertura do conhecido hotel. Além disso, silêncio era quase sufocante. Silêncio que parecia aquele visto no começo de cada luta dos filmes da franquia.

Assim, primeiro, tivemos a sessão de fotos, onde junto com o pelotão do estúdio, B. Jordan chega, o ator vem num ótimo ano no cinema e parece curtir o clima do Brasil, Florian aparece, logo depois, e o ex-lutador exala empolgação. E por último ela, com água de coco em mãos, Tessa Thompson aparece com um visual extravagante, mas com um sorriso estampado no rosto.

Fotos feitas. Partimos para a segunda etapa, as entrevistas. Silêncio novamente. Aquele ensurdecedor.

Photocall Creed II – Foto: RG Produções

Partimos para uma salinha, onde Thompson já está posicionada e com uma nova água de coco em mãos (ou seria a mesma?). Sento ao lado da atriz de 35 anos, nascida em Los Angeles, California que ganhou destaque em 2014 ao participar Selma: Uma Luta Pela Igualdade e logo depois viu a carreira engrenar, ao participar da franquia Creed, do blockbuster da Marvel, Thor: Ragnarok (2017) e da série da HBO, Westworld.

Elogio seu vestido. Ela elogia minha blusa do filme. A jornalista na minha frente, pergunta a clássica frase: Quem te vestiu? O media trainning de Thompson parece ativar e ela, calma responde: Valentino. Pergunto para a atriz, se ela teria guardado os brincos do filme indie Sorry To Bother You (nunca lançado no Brasil), Thompson responde com um sorriso: Não, eles eram muito pesados. E ri, a casualidade marca o bate-papo da atriz com os jornalistas naquele dia.

Resultado de imagem para sorry to bother you
Foto: Annapurna Pictures/ Reprodução YouTube

Sempre com um olhar fixo em quem fazia a pergunta e com uma serenidade gigante, a atriz conta que pensa nas suas roupas como uma forma de ajudar a divulgar o filme e viu no verde gritante uma cor ousada e vibrante para essa etapa de divulgação de Creed II no país. Sou um marca-texto ambulante, comenta a atriz de forma descontraída.

Thompson começa a falar um pouco de sua personagem Bianca, uma cantora que se relaciona com o personagem de B. Jordan, o lutador Adonis lá no primeiro filme e retorna para a sequência. Ela afirma que o diretor Ryan Coogler encontrou uma moça no trem na época da pré-produção do longa e pediu para tirar fotos dela. Segundo a atriz, o visual da desconhecida ajudou o diretor do primeiro filme, a moldar a personagem, e assim, fazer com que Bianca tivesse sua expressão negra bem estampada em tela. E assim, a composição da personagem fez com que Thompson acertasse na representatividade de Bianca em ambos os filmes.

Para Thompson, Bianca é muito mais que uma personagem de apoio, para ela, a cantora é totalmente funcional dentro da trama. E a atriz, está completamente certa, em Creed II, Bianca continua a ser aquela personagem independente e com um propósito próprio na história, bem mais do que apenas orbitar em volta de Adonis. A atriz, comenta que a música foi fator principal para desenvolver a personagem nesses dois filmes e na sequência vemos Bianca crescer em sua carreira, assim como, Adonis.

Os dois vivem bons momentos profissionais e pessoais. Ela diz que nesse filme, Bianca e Adonis estão amadurecendo juntos, encaram os desafios de serem adultos e viverem a vida à dois e todas as responsabilidades e desafios que vêm com isso e que em Creed II acaba por ser muito bem retratado.

Thompson comenta ainda que para ela, Creed II é uma história de amor que tem o pano de fundo do boxe, onde os personagens estão lá para desviar um pouco a atenção das relações tóxicas do esporte e que a atriz sempre lutou para Bianca ser toque feminino no filme dominado por figuras masculinas.

Creed II chega nos cinemas em 25 de janeiro.

Confira nossa crítica do filme aqui.

Miguel Morales

Sempre posso ser visto lá no Twitter falando sobre o que acontece na TV aberta, nas séries, no cinema e claro outras besteiras. Uso chapéu branco e grito It's Handled! Me segue lá: twitter.com/mpmorales