DC’s Legends of Tomorrow | 3×03 – Zari

E DC’s Legends of Tomorrow essa semana foi até que divertido, mas poderiam ter desenvolvido bem melhor suas tramas e serem menos óbvios. Lógico que não temos que esperar muito do lado mais cômico do Arrowverse, mas essa semana a coisa foi sem sal e a chegada de Zari foi arrastada, só que não desenvolvendo-a, apenas enrolando mesmo.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Zari Tomaz, que usa o totem, um colar, que lhe concede os poderes da deusa Isis foi apresentada no ano de 2042, com direito a ARGUS lutando contra os meta-humanos, graças a uma lei anti-meta-humanos que foi criada em 2021. Junto dessa lei, ficou proibida qualquer religião. Assim Zari precisa ir atrás de seu irmão, ou de seu totem, e ainda esconder sua religião.

O envolvimento das lendas do amanhã se dá por conta de Kuasa, a vilã vai até o futuro para pegar o colar e assim adquirir seu poder, mas seus planos são interrompidos e seu encontro com Amaya tem mistério, já que a personagem é neta dela, e irmã de Mary, a Vixem dos “dias atuais”.

No mais a série abordou os sentimentos de Mick por Zari, que é tão contraventora quanto ele, e já espero uma maior aproximação deles. Sara brigando com Ava e Gary é sempre delicioso, mas amei mesmo foram suas cenas de luta, que são sempre um show.

Por parte de Amaya, foi bacana vê-la assumindo o medo sobre o poder de seu colar e a forma como Nate e Martin acabam se unindo para ajudá-la e controlá-lo. Os dois tomando as ervas e tendo uma viagem foi engraçadinho, mas o melhor foi o encontro de Amaya com sua ancestral, que deixou claro que ela precisa parar de temer o poder do colar e abraçá-lo. Basicamente, abrace o seu eu e aceite o que você é, a coragem e o poder que tem.

Kuasa ficou muito tempo enfrentando Ray/Eléktron, e a cena pós-crédito vemos ele em 1982 escapando de uns moleques e quando damos conta ele está em um cano, sendo abordado por um ser estranho… Parece que voltaremos aos anos 80.

DC’s Legends of Tomorrow continua reforçando a briga entre os tripulantes da Waverider com o time de Ava da Time Bureau, mas ainda sigo curioso por quem está atrás da ressurreição de Kuasa e a pedra que dá poderes a ela.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.