Black Lightning junta-se ao Arrowverse, na The CW

Depois da solicitação de um piloto pela FOX, a série Black Lightining (Raio Negro) tem tudo para se juntar ao Arrowverse na The CW de acordo com o Deadline. A emissora, do grupo Warner Bros, já produz Arrow, The Flash, Legends of Tomorrow e Supergirl como séries e as animações Vixen e a vindoura Constantine para o CW Seed, tudo no mesmo universo e com crossovers algumas vezes garantidos no chamado Arrowverse.

A provável mudança para a The CW não é uma surpresa, mas chama a atenção, uma vez que o presidente da emissora, Mark Pedowitz, já disse que não quer que a mesma fique conhecida apenas por suas produções de adaptações de quadrinhos, uma vez que além das séries citadas, ainda estão no ar iZombie e Riverdale, esta última baseada nos quadrinhos da Archie Comics.

De acordo com o ComicBookMovie, a série está sendo desenvolvida por Greg Berlanti, que está por trás do Arrowverse, e de Mara Brock Akil e seu marido Salim Akil, que estão por trás das séries The GameBeing Mary Jane. A FOX desistiu do piloto depois de decidir que “a série do superherói não se encaixa com as séries do gênero dramático da DC/WBTV que incluem Gotham e Lucifer, a dramédia em produção de Seth MacFarlanes, e os dois pilotos, um baseado em X-Men escrito por Matt Nix e The Passage, todos da 20th TV“.

Black Lightning é um dos primeiros grandes heróis Afro-Americano na história da DC Comics e foi criado em 1977 por Tony Isabella e Trevor Von Eden. Raio Negro, como é conhecido no Brasil, gira em torno de Jefferson Pierce que fez uma escolha, deixar de lado seu traje e sua identidade secreta anos atrás, mas se vê na obrigação de voltar a ser um vigilante e uma lenda ao ver sua filha, uma brilhante estudante, ser recrutada por uma gangue local.

Leia mais sobre Black Lightining ou DC Comics.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.