Arrow | 6×09 – Irreconcilable Differences

E a mid-season finale de Arrow veio para mostrar quem é o infiltrado na equipe, e nós já ouvimos essa história com Artemis, mas aqui veio com propósitos e motivações que vem para mudar o status dos personagens perante Oliver e trazer mais da 1ª temporada de volta, tanto que os 3 primeiros estão sozinhos agora.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Rene confessa ser a pessoa que iria depor contra Oliver, mas só fez isso para não perder sua filha, já que a agente Wason o ameaça, e de certa forma Oliver deveria compreender seu lado, mas antes de saber disso disparou contra Dinah. Dinah foi colocada contra a parede e nem John ficou ao seu lado, o que trouxe uma coisa pior: todos são vigiados.

As reações deles em precisavam de efeitos externos, já que o fato de não haver confiança entre eles já jogava contra. Gosto da forma como Oliver vai estourando com todos e apenas os afastam, de forma que no final até mesmo o mais fiel, Curtis, prefere continuar apenas como sócio de Felicity na Helix, ao invés de ficar na equipe.

A medida que a trmaa via avançando vmaos vendo os vilões unidos, mostrando um plano maior de James, que tem uma câmera dentro da caverna, e dali ele planeja tudo ao lado de Sereia Negra, Anatoli, Vincent e Ricardo Diaz. Quero ver como James está conectado com todos os eventos e está legal vê-los criando essas situações para desestruturar a equipe.

Parte bacana foi ver Laurel finalmente criando um laço com Quentin e contando que na Terra-2 ele morreu indo buscar seu bolo de 13º aniversário, e os dois se encontram neste momento, pois na Terra-1 ele também sempre fazia isso para suas filhas. Parte chata foi o casamento de Felicity e Oliver… Desnecessário e cheio de momentos água com açúcar, até mesmo com Thea, William e Oliver.

Vamos ver até onde irão com Arrow.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.