Reviews Séries & TV 

The Good Doctor | 4×18 – Forgive or Forget

Os traumas sempre irão nos acompanhar, cabe a cada um saber lidar com as situações que lhe engatilham para esse momento, e The Good Doctor colocou seus personagens em momentos desconfortáveis para lidar com situações que não gostam, mas que precisam superar, de uma forma ou de outra…

ALERTA DE SPOILER!

Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos de Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis . Continue a ler por sua conta e risco.

Shaun levou Lea para o meio do mato para acampar e tirar os pensamentos dos momentos de stress dos últimos acontecimentos, e assim poderem estar juntos, e mesmo com ele desconfortável, ele fez o possível, e Lea até que entendeu, mas as coisas só desandaram, e para ajudar, além de chuva, ele ainda caiu e torceu o pé, precisando que ela fizesse uma cirurgia simples nele. O casal está unido, mas ainda falta algo para mim…

E se os dois se entenderam, Dr. Glassman e Debbie já não conseguem mais… Ele chegou em casa e o alarme disparou, e ela sem pensar foi com sua arma recepcionar o “intruso”, e isso desencadeou momentos de stress sobre a posse de arma dela, e o fato dele odiar ter aquilo dentro de sua casa. Quando o diálogo não é mais viável, por mais que se amem, ele ainda usa o termo “minha casa” e Debbie decide que é hora dela ir embora… Não sei como ficará a relação dos dois.

Já Claire começa a conviver com o pai, mas não aceita a forma que ele discursa sobre ter ido embora, que fez aquilo pois sua mãe mandou, e que sempre mandou dinheiro para tudo. Essa questão do dinheiro tirou os dois de si, pois ela nunca teve nada, e ele mandava dinheiro para o aluguel, para as despesas de escola, e no fim ela morou até na rua, e fez contas para pagar a faculdade… Deixando as coisas de lado, ambos decidem que é hora de recomeçar o relacionamento deles, sem essas marcas.

E Morgan fica nos joguinhos no relacionamento com Park, tanto que Jordan chega a intervir na forma que eles trabalham, e o médico decide que é hora de parar com essas coisas, e que nem conseguem mais voltar ao ponto de amizade. Há o interesse mútuo neles, mas a vida os fizeram duro para assumir o que é preciso.

Os casos foram interessantes, dialogaram bem com as tramas apresentadas, como a menina que poderia ter uma vida mais simples se os pais tivessem tomado a decisão de uma cirurgia quando ela era menor, mas por medo postergaram; e o caso do homem que tem depressão e cultiva os próprios cogumelos que o deixa mais maleável, mas que no fim lhe causam problemas, e Morgan acaba falando para ele continuar o cultivo, mas não consumi-los, pois ele precisa é da distração de cuidar de algo.

The Good Doctor | 4×17 – Letting Go

The Good Doctor sempre tem tramas interessantes, e conduz tudo até que bem, agora é ver como eles irão encerrar essa temporada, que não teve muitos momentos marcantes, mas que foi até boa dentro de suas limitações.