Reviews Séries & TV 

The Good Doctor | 4×12 – Teeny Blue Eyes

The Good Doctor veio abordar a gravidez de Lea e Shaun e trouxe alguns questionamentos interessantes, mas a série parece que ainda só respalda o assunto, sem saber muito como conduzir neste momento. E Park e Morgan acabam tendo o desfecho que eu esperava, foi meio óbvio, mas vamos seguindo. Além disso, tivemos mais uma saída da equipe…

ALERTA DE SPOILER!

Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio/série. Continue a ler por sua conta e risco.

Shaun, lidando com a pressão de pensar no filho com Lea, acaba tendo que trabalhar com Claire e Enrique no tratamento do Doutor Silas Chambers, que precisa de uma orientação, só que no processo ele vê que o médico tem um certo nível de autismo, e ao comentar isso, acaba gerando a ira nele. Os argumentos dos dois foram bem intensos, e tivemos até mesmo Andrew no meio desse fogo cruzado.

A questão é que eles conseguem achar uma cura para o médico, mas o foco fica tão forte em Shaun e nele, que aos poucos vamos entendendo onde Silas quer chegar, e quando os exames mostram isso, os dois médicos cedem e conseguem um momento de paz para falar sobre eles. Silas tem mesmo um nível de autismo, e expõe para Shaun como foi sua época, como ele foi tratado e dificuldade em se impor, o que o fez se tornar o melhor em sua área para ninguém duvidar dele, por outro lado, Shaun vive em um mundo diferente, e que parece mais aberto as “excentricidades” dele.

Levando isso para o pessoal, Shaun e Lea se questionam como será o bebê, o se herdará isso do pai, mas os dois focam em coisas simples, como os possíveis pequenos olhos azuis. As dificuldades que vierem eles enfrentarão com certeza.

Claire teve que ver o amigo Enrique arrumar as coisas para ir embora… Mais um dos novatos que sai, depois que Olivia foi demitida e ficou aliviada em sair de debaixo das asas do tio Andrew e poder fazer algo que realmente gosta. Da mesma forma Enrique poderá trabalhar em um lugar onde poderá se expor mais, e Claire decide procurar por um tour musical em Paris… Acho que vem mais uma partida? Ou será só momento dela pensar mais nela.

Morgan e Park ficaram com o caso de um homem que tem uma sensibilidade absurda no rosto, que gera dores horríveis… Eles até se desentendem sobre o possível tratamento e no fim ele assume que está apaixonado por ela, o que a faz pedir para ele sair de sua casa até o fim do dia. Quando Lim dá um sermão neles, eles se unem e conseguem resolver o problema do paciente, mas os dois acabam entendendo que é melhor mesmo eles se afastarem, mesmo que os dois estejam apaixonados, e descobrimos isso quando ela lhe dá um beijo.

Essa trama estava meio na cara que iria rolar, mas esperava um outro desenvolvimento, acabou sendo muito rápida, nem deu para curtir os dois juntos e tendo esse crescimento.

The Good Doctor | 4×11 – We’re All Crazy Sometimes

The Good Doctor corre com alguns acontecimentos, expõe algumas coisas interessantes a serem desenvolvidas, e agora só quero entender a relação de Shaun e Lea e o bebê que vem.