Stranger Things 4 Vol.2 | Review: 4×08 – Papa

Várias perguntas cercam os episódios finais que compõe o volume 2 da 4ª temporada de Stranger Things.

A mais óbvia “quem vai morrer?”. Afinal, como ficou claro no episódio 7, Vecna é um dos adversários mais poderosos que a gangue de Hawkins já enfrentou. E num elenco que só cresceu ao longo das temporadas anteriores, com ótimas adições nesse quarto ano, fica claro que a série tem muita gente, e pouco tempo de tela entre eles, por ai e que definitivamente alguém precisa dar espaço para alguém. Quais os palpites de vocês?

E falando no personagem do vilão do novo ano, fica claro que até para os personagens dentro da série que a origem dele é confusa.

“Vecna/Henry/Número 1. Como que chamamos ele agora?” afirma uma pilhada Robin (Maya Hawke) no episódio. E aqui, talvez, não importe como chamar o personagem, e sim como a gangue vai fazer para, tentar, derrotar ele.

E é basicamente assim que o episódio 8 se desenvolve. Escrito e dirigido pelos Irmãos Duffers, o episódio prepara o terreno para o combate final Onze vs Vecna. E a pergunta que não quer calar é “Quem morrerá?”

ALERTA DE SPOILER!

Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos da série/filme. Continue a ler por sua conta e risco.

Maya Hawke, Joe Keery, Priah Ferguson, Natalia Dyer e Sadie Sink em cena do episódio 8 de Stranger Things
Foto: Courtesy of Netflix © 2022


“Eu quero que você conte a Eleven tudo o que você viu.” diz um assustador Vecna logo nos primeiros minutos do episódio 8 – Papa que marca o início do final do quarto ano de Stranger Things.

Ao começar o capítulo logo de onde paramos, Stranger Things já começa com o pé no acelerador para não dar tempo de respirarmos e já introduzir o que vem por aí e dar continuidade aos arcos em aberto do Volume 1.

Com um tom de urgência gigante, e um pouco mais sombrio do que os outros episódios anteriores, Stranger Things faz um bom episódio preparatório para o seu grande final de temporada. É como se os Irmãos Duffers tivessem apenas por aquecer o terreno depois do hiatus que a série ganhou entre o Volume 1 e o Volume 2. Com 1h20 de duração, o 4×08 é um grande vem aí, sem dúvidas, mas muita coisa bacana aconteceu e que só veio a completar algumas lacunas da história, e claro, da própria mitologia da série.

Soubemos por exemplo que o Dr. Brenner (Matthew Modine) sempre esteve ciente que Vecna/Henry/Número 1 tinha desaparecido e que foi Onze (Millie Bobby Brown, que deu a letra no episódio numa boa atuação dramática) que além de ter derrotado o vilão, o mandou para o outro lado. Amém as câmeras de segurança com imagens ruins do laboratório. 

E também a série mostrou, e também nos contou bem contadinho, quais eram as intenções do personagem em todas aquelas cenas nas outras temporadas do começo da série com o treinamento de Onze no laboratório.

“Você que é monstro.” braveja Onze em uma determinada cena para o seu Papa. Assim, descobrimos que o Dr. Brenner estava na busca do personagem de Vecna/Henry/Número 1 enquanto ao mesmo tempo tentava restaurar os poderes da jovem que os tinha esquecido após o primeiro confronto dos dois. Mas o Dr. Brenner também avisa para Onze tomar cuidado, que ela não está pronta para um novo combate, e avisa que Vecna/Henry/Número 1 também deve ter melhorado suas habilidades ao longo dos anos.

E isso fica claro logo no começo do episódio, quando ainda Nancy (​​Natalia Dyer) está sob o controle dele. O plano de Vecna/Henry/Número 1? Realmente fazer com que o Mundo Invertido invada o Mundo Real. Nancy só se salva por que o vilão, no ápice de sua arrogância, quer que a jovem transmita a mensagem para Onze.

E também é revelado que as mortes que ocorreram no Volume 1 de Stranger Things serviam como uma abertura de um tipo de rachadura entre as duas realidades. Quanto mais temos, mais fácil ficará para o plano de Vecna/Henry/Número 1 dar certo. E como Max (Sadie Sink, tão boa novamente aqui) aponta, são 4 delas. Mas apenas tivemos 3 aberturas/morte. O que nos leva para as nossas perguntas do começo do texto: Quem vai morrer? 

Claro, alguém morre nesse episódio, mas ainda não é alguém que realmente mude o tom da série. Digo que realmente cause um surto coletivo nas redes sociais sabe?

Eduardo Franco, Noah Schnapp, Finn Wolfhard e Charlie Heaton em cena de Stranger Things
Foto: Courtesy of Netflix © 2022


Com um plano em andamento, o grupo parte para a antiga Mansão na espera de Vecna, temos a trama por avançar tanto no núcleo do laboratório, o governo invade o lugar, o Dr. Brenner tenta escapar com Onze, mas é morto pelos soldados (se ele morreu mesmo né?); no núcleo dos adolescentes em Hawkins temos armas! corações quebrados! lutinhas no meio do mato! e ótimas cenas de Joseph Quinn como Eddie; no arco da Rússia, Joy (Winona Ryder) e Hopper (David Harbour) finalmente reunidos e tentam fugir de lá mais uma vez (e descobrem que os russos tem um laboratório cheio de Demogorgons adormecidos); e também no núcleo da Van pelo deserto, com destaque para o discurso emocionante de Will (Noah Schnapp) para Mike (Finn Wolfhard) sobre ele e Onze serem diferente e finalmente descobrimos o que tinha naquela pintura.

Assim, o capítulo finaliza com Onze na Van, depois de fugir do Dr. Brenner, e de derrubar um helicóptero do governo que tentava a matar, com os colegas rumo à Hawkins, e paralelamente com Erica (Priah Ferguson), Max e Lucas (Caleb McLaughlin) prontos para entrarem no sótão da Mansão na espera de Vecna (ou pelo menos o corpo dele exposto enquanto ele parte para se projetar e atacar sua nova vítima), enquanto os outros saem com a van para a outra do parte do plano.

O terreno está preparado para a batalha final. E que promete bastante. Por um lado, o time dos mocinhos tem Onze com seus poderes de volta, e está em um maior número de pessoas (com armas da feira de armas), já o time do mal tem o todo poderoso Vecna e qualquer outra surpresa maluca que possa sair do Mundo Invertido. O que vocês esperam do final da temporada? Se protejam, coloquem Kate Bush (ou qualquer música que você ache que te salvaria do Vecna) e deem play lá na Netflix. 


Os 2 episódios finais do 4º ano de Stranger Things estão disponíveis na Netflix.

One Reply to “Stranger Things 4 Vol.2 | Review: 4×08 – Papa”

Deixe um comentário