Star Trek: Discovery | Review: 4×07 – … But to Connect

E nada como jogos políticos para discutir destinos e Star Trek: Discovery trouxe isso de forma interessante, além de mostrar o melhor das séries do universo Star Trek, os seus personagens e suas discussão filosófica

ALERTA DE SPOILER!

Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos da série/filme. Continue a ler por sua conta e risco.

Com todos sabendo que o DMA é algo de iminência destruição em massa, a Federação, reunidos com representantes de outras raças, acaba convocando uma reunião para decidir o que deve ser feito, e como entrar em contato com essa espécie de uma galáxia tão distante, já que será um primeiro contato, algo importante se fazer depois de tantos anos sem quebrar novas fronteiras.

As questões que acabam ficando é Michael que acredita nessa jornada para o além e as conversas diplomáticas, que são necessárias, enquanto Booker e o cientistas querem ir com uma arma para destruir o que causa o DMA, mas sem saber quais as consequências para eles e também para os que chamamos 10-C, a nova espécie que está para ser introduzida em Star Trek: Discovery. É muito bom ver Sonequa Martin-Green e David Ajala em cena, há uma conexão muito boa entre os atores.

Michael tenta respeitar a decisão de Booker e sua fala sobre o que devem fazer, mas ao ouvir seu discurso diante aos representantes, ela fica incomodada e acaba se levantando, e fazendo um discurso a favor da diplomacia, o que acaba ganhando, e deixando Booker irritado. Assim ele foge com sua nave para o desconhecido, ao lado do cientista, mas deixa a gata Rainha com ela.

Ainda em discussão, Zora não quer falar sobre o paradeiro da raça 10-C por medo de que os tripulantes vão para lá e possam morrer. O que temos em discussão, com direito a Culber, Stamets, Saru e Kovich discutirem sobre a condição de Zora, pois ela não obedece nem mesmo a capitã Michael. O que eles acabam descobrindo ao analisar Zora, é que ela não é mais somente uma inteligência artificial da Discovery, mas sim uma nova espécie inteligente, pois desde sua união com a Esfera, ela é capaz até mesmo de sonhar, tornando a nave inteira da Discovery como um ser vivo.

Eu gostei bastante de como isso foi mostrado, de como todos discutiram sobre a decisão correta a ser tomada, e até mesmo a ansiedade de Stamets com o emdo do desconhecido pela mente de Zora, foi algo interessante a ser apresentado. Kovich deu o martelo final em reconhecer Zora como uma nova espécie e isso deve trazer novas consequências, boas ou ruins, para as decisões que a Discovery deve tomar, já que Zora estava relutante em dar o paradeiro do 10-C, com medo do que pode acontecer.

Star Trek: Discovery | Review: 4×06 – Stormy Weather

Eu realmente tenho amado o destino que Star Trek: Discovery tem tomado, e espero que evoluam ainda mais as discussões que a série propõem e sigo agora ansioso para vê-los indo em direção ao desconhecido.

DISPONÍVEL NO(S) SEGUINTE(S) STREAMING(S):

Comments are closed.