Filmes Notícias 

Cenas de A Menina Que Matou os Pais e O Menino Que Matou Meus Pais são colocadas lado a lado e mostram diferenças nas histórias

Os filmes do Caso Richthofen chegaram no Prime Video e movimentaram a internet nos últimos dias. E tem gente inclusive que já foi além e separou o que é diferente entre os dois filmes.

A Menina Que Matou os Pais/O Menino Que Matou Meus Pais | Crítica: Destaque fica para a busca do que é diferente em cada uma das versões

A usuária do Twitter intitulada Maju colocou as cenas lado a lado.

Todos os créditos das imagens vão para a Galeria Distribuidora/Prime Video.

https://twitter.com/favlively/status/1441637096356188160?s=20

Cada longa tem aproximadamente 80 minutos de duração e conta um ponto de vista diferente da história do casal de namorados Suzane von Richthofen e Daniel Cravinhos. Os roteiros têm como base informações contidas nos autos do processo que terminou com a condenação dos dois pela morte dos pais de Suzane.

Em 2002, Suzane e Daniel chocaram o Brasil quando se declararam culpados pelo brutal assassinato de Manfred e Marisia von Richthofen. Ao longo dos filmes são apresentados o caso e possíveis motivos do casal para cometer essa atrocidade. Um drama de crime real sobre um dos casos de assassinato mais brutais do país.

Lançados simultaneamente, os dois filmes mostram os pontos de vista de cada um: A Menina Que Matou os Pais é inspirado no depoimento de Daniel, e O Menino Que Matou Meus Pais baseia-se no de Suzane.

Os filmes são uma co-produção da Santa Rita Filmes, Galeria Distribuidora e Grupo Telefilms.

A Menina Que Matou os Pais e O Menino Que Matou Meus Pais disponível no Prime Video.