Destaques Reviews Séries & TV 

WandaVision | 1×06 – Review: Gostosuras ou Travessuras

É época de Halloween em WandaVision! E a série nesse sexto episódio parte para os anos 90 e início dos anos 2000 agora. 

E para completar temos a visita de convidados inesperados movimentar novamente a pacata cidade de Westview. 

Vamos fazer um texto sobre easter-egg e etc em outro post, esse texto é mais um review/recap do episódio E AQUELE FINAL.

Fique ligado após os comerciais.

ALERTA DE SPOILER!

ESTE ARTIGO CONTÉM INFORMAÇÕES SOBRE OS PRINCIPAIS ACONTECIMENTOS DO EPISÓDIO/SÉRIE. CONTINUE A LER POR SUA CONTA E RISCO.

A chegada de Pietro (ou do falso Pietro?) definitivamente mudou a rotina de Wanda e Vision, afinal, mesmo que a história tenha saltado de década, o casal continua em atrito e o aparecimento do “Tio” Pietro parece que não vai ajudar em nada.

No 1-06 – Um Halloween Assustadoramente Inédito vemos, talvez pela primeira vez, a maior quantidade de cenas em que Visão e Wanda passam a maior parte do tempo separados do que juntos. E enquanto a família sai para pedir doces na tarde de Halloween, Visão é um homem com uma missão! 

O Vingador começa a andar pela cidade infestada de crianças fantasiadas como se tivesse em um filme de terror, mas um bem infantil, afinal essa é uma série do Disney+ né?.

Lembram como no final do episódio passado o personagem indagou Wanda sobre Westview não ter nenhuma criança? Pois então, agora temos uma cidade cheia delas. Elas estavam adormecidas? Elas são filhos dos moradores da cidade? De onde elas surgiram?

WandaVision 1×06
Foto: Chuck Zlotnick. ©Marvel Studios 2021

E essa questão é fundamental para o desenrolar do episódio. Enquanto Visão saltita pela cidade usando sua fantasia que remete ao seu visual clássico nos quadrinhos (o mesmo vale para a Wanda e sua fantasia de “curandeira Sokoviana”), sua esposa e o cunhado chato (vamos combinar que o Pietro de Evan Peters é um mala né?) saem com as crianças, os já crescidos Billy e Tommy, para coletar doces, e claro, aprontarem algumas travessuras por aí. 

O mais bacana é vermos o episódio trabalhar em mostrar a conexão entre os poderes de Tommy com o Tio Pietro (deboche e super velocidade) e de Billy com os da mãe Wanda (telecinese e telepatia). E esse desenvolvimento de personagens foi um dos pontos altos do episódio para mim e uma das coisas que se destacam nesse episódio, que claro, mostra que no final os de Billy são bem importantes para o que vem por aí (mais abaixo).

Alías, Tommy e Billy também utilizam fantasias que remetem ao visual de seus personagens nos quadrinhos, onde eles se tornam no futuro os membros dos Jovens Vingadores conhecidos como Wiccano e Célere.

Acho que novamente WandaVision entregou situações e diálogos com duplos sentidos (Pietro chamando os sobrinhos de diabinhos? Muito suspeito) que nos fazem perceber novamente que o seriado continua a misturar acenos para os quadrinhos e que podem ou não poder ter conexões para a trama da série. É um mix de easter-eggs disfarçados de pequenos fan-service, mas será que eles nos dizem mais coisas sobre o que realmente acontece?

E o comercial da semana é o primeiro desde que a série começou que não temos o casal principal como foco. Aqui temos um comercial animado, no melhor estilo MTV, onde vemos um garoto em uma ilha que pede alguma coisa para comer até que aparece um tubarão e oferece um pote de iogurte (chamado Yo-Magic).

O garoto fica horas tentando abrir e morre. E como os comerciais quase sempre se conectam com a história da Wanda, será que a nossa Vingadora fez algum pacto com alguém para conseguir desenvolver seus poderes ainda mais? Talvez o Diabo em pessoa? Bem curioso para isso.

Afinal, em uma das conversas com Pietro (que Wanda ficou testando o episódio todo com pergunta sobre o passado deles), a personagem diz que não sabe como tudo aconteceu e como eles foram parar ali. Essa versão de Pietro em WandaVision ainda parece deixar claro para Wanda que ele não se importa com as questões morais que envolvem prender as pessoas e as crianças na cidade. Mas será que o verdadeiro Pietro pensaria assim? O trabalho de dualidade que Evan Peters entrega é incrível, e o mesmo vale para Elizabeth Olsen que novamente rouba as cenas com uma atuação corporal sensacional.

Ao mesmo tempo que a caça para os doces continua estranha, Visão chega no final de Westview, cruza com Agnes (Katheryn Hann, novamente incrível) que também acorda do transe (como já tínhamos visto nos trailers) e a vizinha diz que ele é um Vingador (coisa que Visão não lembra afinal suas memórias começam do ponto que ele foi ligado novamente em Westview certo?). O personagem começa a atravessar o campo magnético que envolve a cidade, mas claro que começa a desaparecer, afinal, Visão só pode existir dentro de Westview. 

WandaVision 1×06
Foto: ©Marvel Studios 2021

E com isso, Wanda expande a área de cobertura da sua bolha e aumenta ainda mais o raio do Hex (pronto o apelido pegou!). Assim, boa parte da equipe da S.W.O.R.D. acaba por ser absorvida e faz parte de Westview. Inclusive a Dra. Darcy Lewis. O quê?

E é o que basicamente acontece fora da sitcom, o chefão da S.W.O.R.D., o mala sem alça de Tyler Hayward, expulsa o trio diversão (agente Woo, Dra. Darcy e Capitã Mônica, alguém dê uma série spin-off para eles!) do local até que eles descobrem, uma forma de entrarem no local com a ajuda da pessoa secreta que Rambeau espera. E que agora sabemos que é um homem (mesmo que a versão dublada a tradução ficou “minha amiga”). Quem poderá ser?

E assim, durante o episódio da semana, fica claro agora que basicamente WandaVision se encaminha para seus episódios com muito mais ação, afinal, a parte de sitcom deve acabar nos próximos episódios, na medida que o seriado avança para os anos 2000 possivelmente já no 1×07. E com a Wanda cada vez mais poderosa, e com a certeza que ela não está sozinha nisso tudo, as expectativas estão lá em cima aqui.

Quais os palpites de vocês? 

WandaVision exibe seus episódios as sextas no Disney+.

[Atualizado às 09h15]

Postagens relacionadas